• Fernand Lodi

A dança em tempos de pandemia é pauta do 15º Encontro de Dança Contemporânea de Ipatinga




A 15ª Edição do ENARTCi – Encontro de Dança Contemporânea de Ipatinga, organizada por

Wenderson Godoi e Luciano Botelho – Hibridus Dança (Ipatinga/MG) e Thereza Rocha – UFC

(Fortaleza/CE) propõe para este ano a provocação A dança em tempos de pandemia. “Outrora,

e agora”? Preparando 2023. A proposta é um grupo de trabalho, GT, com diversas pessoas

ligadas à área da dança como artistas, curadores, produtores e pensadores.


Este GT irá se reunir, de forma on line, nos dia 13 e 14 de novembro, de 14h às 17h onde discutirão o mote desta edição. Este encontro será transmitido, ao vivo, pelo canal do Youtube do grupo Hiridus Dança que, juntamente com a Fino Trato Produção Cultural, são os produtores desta 15ª Edição. https://www.youtube.com/UC5igkUwHiV_dGGmpV7JfZCg



‘A aposta é na remobilização de nossa força coletiva que, quem sabe, nos permita (em)puxar o

futuro e fabular um país com outras coreografias sociais diferentes do desmonte da cultura

perpetrado pelo (des)governo neofascista liberal vigente’. Relata Thereza Rocha.


“A dança em tempos de pandemia. Outrora, e agora? Preparando 2023”

O trabalho do grupo será mediado por André Martinez – Laboratório Sociocriativo (São

Paulo/SP) que realizará uma escrita processual à medida que ele for acontecendo, colhendo

assim material que já servirá de base para a escrita do documento. A convivência entre nós e a

memória dos que já foram as políticas públicas para a dança no Brasil pretende (em)puxar

formulações que, quem sabe, possam fabular o nosso futuro a partir de 2023. Esse é o convite.


O grupo de trabalho será composto por diversas pessoas relacionadas à prática da dança. São:

Adriana Banana – FID (Belo Horizonte /MG) - Artista, produtora e curadora. Doutoranda de

Artes Cênicas (ECA/USP). Idealizadora do FID - Fórum InterNacional de Dança (1996) e do

grupo Ur=H0r (1997).


Carlos Passos – Filó Incubadora Cultural (Ipatinga/MG) - Integrante da Flux Cia. de Dança e da

Filó Incubadora Cultural - Ponto de Cultura de Ipatinga/MG, desde o ano de 2000 atua na área

da dança contemporânea da região na promoção de ações culturais voltadas a apresentações

e formações.


Alexandre Molina – Artista da dança, pesquisador e gestor cultural. Professor do Curso de

Bacharelado em Dança e do Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas da Universidade

Federal de Uberlândia, instituição em que atua ainda como Diretor de Cultura na Pró-reitoria

de Extensão e Cultura.


Princesa Ricardo Marinelli – Unespar/FAP (Curitiba/PR) - Mostra Paralela/UFU

(Uberlândia/MG) – Artista da dança e terrorista do Gênero. É Licenciadx em Educação Física e

Mestrx em Educação pela UFPR. Foi bolsista/residente da Casa Hoffmann (2004) e integrou a

Couve-flor minicomunidade artística mundial (2005-2012).


Claudia Pires – Porto Iracema das Artes (Fortaleza/CE) – Bailarina, licenciada em Pedagogia e

Especialista em Arte-Educação. Coordena os Laboratórios de Criação da Escola Porto Iracema

das Artes. Atuou ainda, na referida Escola, como coordenadora do Programa de Formação em

Dança que inclui o Laboratório de Dança e o Curso Técnico em Dança.


Verusya Correia – Festival de Dança de Itacaré (Itacaré/BA) – Doutoranda e Mestre do

Programa de Pós-Graduação em Dança da UFBA. Professora substituta UFSB/CJA (set.2018 -

ago. 2020). Idealizadora e diretora artística do Festival de Dança Itacaré.


Marcos Moraes (São Paulo/SP) – Artista do Corpo trabalha como artista, docente, gestor e

produtor cultural. Criou e dirige, desde 2013, A Cozinha Performática, Plataforma Colaborativa

de Pesquisa e Criação Artística, um modo indisciplinar de fazer artístico colaborativo e

experimental.


Waldete Brito - Cia Experimental de Dança Waldete Brito – Artista da dança, graduada em

Educação Física, mestre e doutora em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia.

Professora de dança na Universidade Federal do Pará. É coordenadora do Encontro

Contemporâneo de Dança e diretora artística da Cia. Experimental de Dança Waldete Brito.


Nayse Lopez – Festival Panorama (Rio de Janeiro/RJ) – Jornalista, roteirista e curadora de artes

cênicas. Desde 2001 se tornou também curadora e diretora geral de um dos maiores festivais

de artes cênicas do Brasil, onde desenvolveu várias expertises na curadoria e organização de

eventos de pequeno e grande porte com convidados internacionais.


Jackie Castro – 1,2 na Dança e Horizontes Urbanos (Belo Horizonte/MG) - Produtora e Gestora

Cultural, formação acadêmica em Administração de Empresas com Gestão em Esporte,

Promoções e Eventos, Graduanda em Filosofia pela Claretiano, Curso de Extensão de Produção

e Gestão Cultural. Diretora e Produtora da Mostra Internacional de Solos e Duos - 1, 2 na

Dança" desde 2004 e da Mostra Internacional de Dança em Espaço Urbano – Horizontes

Urbanos desde 2007.


André Martinez Laboratório Sociocriativo (São Paulo/SP) - Pesquisador independente,

consultor e mentor em processos criativos e colaborativos. Estudioso das abordagens

sistêmicas e fenomenológicas. Formado pelo programa Artistas do Invisível (The Proteus


Initiative / Instituto Fonte), pós-graduando em Práticas Sociais Reflexivas pela Rhodes

University (RSA).


Thereza Rocha - Pesquisadora de dança e artes da cena; dramaturgista de processos de

criação. Doutora em Artes Cênicas pela UNIRIO. Mestre em Comunicação e Cultura pela

ECO|UFRJ. Na Universidade Federal do Ceará, é professora dos cursos de graduação em dança

e vice-coordenadora do Programa de Pós-graduação em Artes, onde coordena o grupo de

pesquisa Dramaturgias: o que quer e o que pode o corpo?


Wenderson Godoi - Artista da dança, Curador, Gestor, Produtor Cultural. Parceiro na vida e na

arte de Luciano Botelho, onde fundaram juntos o Grupo Hibridus Dança, produz o Encontro de

Dança Contemporânea de Ipatinga - ENARTCi, que está em sua 15ª edição, além do Acuenda -

manifestações artísticas culturais com uma linha curatorial pautada pela diversidade de

gênero. Gestor do Espaço Hibridus Ponto de Cultura.


Luciano Botelho - Artista da dança do grupo Hibridus Dança, no qual desenvolve trabalho de

estudos e criação em dança. Seus trabalhos de criação são pautados por questões que

permeiam o corpo e o transformam de alguma forma.


Viabilizada por meio do Inciso III da Lei da Lei Aldir Blanc – Edital N°16/2020 "Seleção de Propostas de Mostras e Festivais Artísticos e Culturais”, operacionalizada pelo Governo de

Minas Gerais, Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult), Secretaria Especial da Cultura

e Ministério do Turismo/Governo Federal a 15ª Edição do ENARTCi se pontua como uma ação

afirmativa na dança dos tempos atuais, promovendo encontros e criação de redes em prol do

desenvolvimento cultural e artístico do país.


ENARTCi – Encontro de Dança Contemporânea de Ipatinga


O ENARTCi é um ambiente dedicado à discussão, formação e pesquisa em dança

contemporânea, realizado em Ipatinga/MG Brasil desde 2003. Tecnicamente, o nome seria

sigla de Encontro de Artes Cênicas de Ipatinga. Como das “artes cênicas” ele se voltou quase

exclusivamente à dança, a tal sigla acabou virando nome próprio.


Em suas primeiras edições o encontro se compôs de apresentações de grupos nacionais e

internacionais, residências, ensaios abertos, oficinas, mostras de vídeodança, seminários,

lançamentos de livros, palestras e debates acerca das temáticas que articulam as produções

artísticas em cena. Desde sempre, o ENARTCi aposta no diálogo entre artistas e público, com

proposta e formato de aproximação e convivência que possibilite a criação de outras

estratégias e de redes para chegar mais perto da comunidade de Ipatinga, bem como de todo

território nacional.


Serviço


ENARTCi - A dança em tempos de pandemia. “Outrora, e agora”? Preparando 2023

Local: Canal de Youtube do Grupo Hibridus Dança

https://www.youtube.com/channel/UC5igkUwHiV_dGGmpV7JfZCg

Data: 13 e 14 de Novembro

Hora: 14h

Informações 31 985513323 – 31 986624207