top of page
  • Foto do escritorFernand Lodi

Aberto edital de embarcações para o Parque Estadual do Rio Doce



O Instituto Estadual de Florestas – IEF publicou no Diário Oficial na terça-feira (20) o Edital n.º 01/2023, que tem como objeto o credenciamento de pessoas jurídicas interessadas em realizar a prestação do serviço de transporte aquaviário de passageiros para fins turísticos no Parque Estadual do Rio Doce.


O período de inscrição encerra no dia 21 de julho. Conforme cronograma previsto, a expectativa é de que as autorizações sejam publicadas no dia 28 de agosto. O edital e seus anexos estão disponíveis no link http://www.ief.mg.gov.br/component/content/article/3306novacategoria/3715--autorizacao-de-prestacao-do-servico-de-transporte-aquaviario-%20passageiros-para-fins-turisticos-em-unidades-de-conservacao-estaduais-do-ief


O edital prevê a autorização de pessoas jurídicas para a prestação de serviço no limite de 32 vagas para diferentes tipos de embarcações. Entre as embarcações estão as de propulsão humana ou motor elétrico, como caiaques, pedalinhos e barco com motor elétrico ou a combustão sistema 4 tempos.


O analista ambiental do IEF, Gabriel Ávila, explica que o procedimento adotado para a autorização da prestação de serviços oportuniza a participação de mais de uma empresa e garante a prestação continuada do serviço.


“A gente optou por essa estratégia que empresas que não tenham condição de investimento de muitas embarcações possam concorrer com apenas uma. Assim, com um cardápio maior de prestadores de serviço, teremos a garantia de que havendo a rescisão de contrato com um prestador iremos continuar com o serviço sendo ofertado por outras empresas”, explica Gabriel.


Novos atrativos turísticos


O Edital n.º 01/2023 é uma das medidas adotadas pela gestão do Perd e IEF para a oferta de novos atrativos turísticos e melhoria da experiência de visitação à Unidade de Conservação.

Para o analista ambiental do IEF, Gabriel Ávila, a prestação do serviço de transporte aquaviário trará mais possibilidades para o turista dentro do Perd.


“Temos a certeza que estes serviços irão melhorar muito nossa condição de atendimento ao turista e de atingirmos outros públicos. Podemos dividir os serviços basicamente em: passeio turístico para observação de fauna e contemplação da paisagem; o apoio ao pescador visto que a atividade é permitida para manejo de espécies exóticas; e o lazer com os caiaques, pedalinhos e outros. Era algo que tava no forno e agora finalmente conseguimos e esperamos em breve oferecermos esses serviços para os nossos visitantes”, destaca Gabriel.

  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
bottom of page