top of page
  • Foto do escritorFernand Lodi

ACE e CDL de Timóteo promovem reunião para apresentação do Plano Diretor do Município de Timóteo



Aconteceu no dia 11/10 a apresentação por nosso diretor jurídico, Maicon Reis, da proposta de zoneamento do Plano Diretor do Município de Timóteo.


Comerciantes lojistas participaram da reunião, em que houve contribuição com sugestões e solicitações, para adequações que concluirão os trabalhos, com novas diretrizes sobre ações de urbanização, crescimento e desenvolvimento da cidade.


O Plano Diretor tem como objetivo orientar as ações do poder público, a fim de promover o crescimento e as condições de apropriação dos espaços pelos diversos setores e atividades, a criação de condições para o desenvolvimento harmônico dos espaços do município (urbanos e rurais) de forma mais justa, além de elevar a qualidade de vida da população como um todo.


Para a revisão do Plano Diretor de Timóteo, na sua versão participativa, estão previstos diferentes níveis de contribuições que terão momentos pontuais para serem gerados e que podem ser classificados como técnicas internas e comunitárias.


As solicitações são feitas com embasamento técnico que apresenta sugestões para a audiência pública, que divide a região em micro, macro e central, especificando as vias setoriais, com polos voltados para cada região.


O fator principal da comissão de acompanhamento é uma reestruturação que tem vigência por cerca de dez anos, que busca planejamentos de segurança, ordenamento, melhoria no fluxo do trânsito, mobilidade e foco econômico.


O diretor de assuntos jurídicos da ACE e CDL e Timóteo, Maicon Reis, falou sobre a importância da participação e da dificuldade de engajamento do munícipe. "Não adianta fazer reivindicação depois e acionar os vereadores, são diversas audiências públicas com baixo público.


Quando a população participa e levanta suas sugestões, fica mais fácil adequar, incentivar e poder contribuir com o desenvolvimento." Ramon Pereira, subsecretário de urbanismo da Prefeitura Municipal de Timóteo explicou sobre a Lei de direcionamento das necessidades, que setoriza onde poderá ter comércio ou indústria.


Ele assegura que essa minuta de lei vale tanto para comércio quanto para a indústria.

Ao final da reunião ficou claro o que é permitido, permissível e proibido, segundo as diretrizes que gerem o Plano Diretor.


Cada participante recebeu um material on-line onde poderão recorrer aos dados e fazerem suas sugestões de adequações.

Comments


  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
bottom of page