• Fernand Lodi

Alto índice de qualidade é destaque na maternidade do Hospital Municipal Carlos Chagas, de Itabira



Mais de 99% dos pacientes avaliaram como positiva a experiência no Hospital


Pautada por protocolos exigidos pelo Ministério da Saúde, a maternidade do Hospital Municipal Carlos Chagas, de Itabira-MG, administrado pela Fundação São Francisco Xavier – FSFX, chega ao mês de novembro e já celebra balanço positivo de suas atividades.


Nos últimos dois anos, a maternidade do HMCC, realizou 2.333 partos, sendo 1.277 partos normais.


Com 100% dos partogramas (documento que contém informações a partir do momento que a gestante entra em trabalho de parto) preenchidos, superou, mais uma vez, as recomendações de melhores práticas em obstetrícia do Ministério da Saúde (MS).


Para a Gerente Executiva do Hospital Municipal Carlos Chagas, Dra. Andrea Maria De Assis Cabral, um dos grandes diferenciais do atendimento do setor está no acolhimento e na garantia do bem-estar tanto da mãe quanto do filho.


“Temos o compromisso de prestar o melhor serviço para a população de Itabira e região. Contamos com uma assistência completa e de qualidade para a gestante, passando por orientações sobre amamentação e saúde do bebê. Um modelo de referência para proporcionar total conforto e tranquilidade para as famílias”, disse.


“Só tenho elogios a fazer à toda a equipe de profissionais do hospital. Fomos atendidos da melhor maneira possível. Profissionais educados, capacitados e humanizados. Gratidão a todos do hospital”, conta a mãe Thatiany Rodrigues Morais Neves, que foi parturiente no HMCC.

Quem também se sentiu acolhida na maternidade do Hospital Municipal Carlos Chagas foi Fabiana Coelho Ferreira. “Todos no Hospital estão executando um trabalho maravilhoso. Nós precisamos muito de profissionais competentes como os que exercitam o atendimento. Me senti acolhida e uma mãe feliz”, finaliza.


Estrutura adequada


A maternidade dispõe de consultório médico, sala de classificação de risco, de observação, de pré-parto e parto, para dar suporte às gestantes que terão parto normal, e Alojamento Conjunto para internações. Possui ainda sala de atendimento às urgências e sala cirúrgica para procedimentos obstétricos, funcionando 24 horas por dia durante os sete dias da semana.


Ainda segundo Dra. Andrea, a maternidade do HMCC é um lugar de aconchego e conta com equipes bem qualificadas e preparadas para promover conforto e o maior contato possível entre a mãe e o bebê, num mesmo ambiente, reforçando os cuidados e a segurança com a saúde.


“Aqui, ambos recebem todos os cuidados necessários. Temos ainda, quando necessário, o acompanhamento do Serviço Social e de Psicologia pela rede pública após a alta”, destaca.

O local conta com obstetras, pediatras, anestesistas, enfermeiros, técnicos em enfermagem e as enfermeiras obstetras – que atuam ativamente durante o trabalho de parto, durante 24 horas por dia.


Assistência humanizada


Prezando sempre por uma assistência humanizada, uma equipe multidisciplinar que trabalha em prol do vínculo mãe/recém-nascido permitindo o contato pele a pele logo após o nascimento e o incentivo a amamentação na primeira hora de vida.


Após o parto, são realizados os testes do olhinho, do coraçãozinho e da orelhinha, sendo também oferecido aos pais o direito de realizarem o registro do recém-nascido ainda na unidade.

A equipe desenvolve também técnicas e orientações sobre os cuidados com a puérpera e com o bebê, além de permitir ao acompanhante permanecer ao lado da paciente durante todo o período da internação, fortalecendo o vínculo familiar necessário para o desenvolvimento do novo membro.


“É muito gratificante fazer parte dessa equipe, que cresce com qualidade a cada dia. Participamos de treinamentos e capacitações que nos permitem oferecer o nosso melhor”, Adriana de Fátima Oliveira, Coordenadora de Assistência da Maternidade do HMCC.


Cuidados durante a pandemia


Em abril de 2020, foi criado na maternidade um novo fluxo de entrada de gestante devido à pandemia da covid-19, com intuito de separar as gestantes sintomáticas.


Foi feito ainda, um comunicado para todas as secretarias de saúde da microrregião para repasse às gestantes, orientando quanto aos protocolos de saúde recomendados pela Organização Mundial de Saúde – OMS.


Índice de qualidade


Para acompanhar os indicadores de satisfação no HMCC, a FSFX realiza pesquisa com os usuários e apura, mensalmente, o índice de satisfação dos pacientes com a maternidade da unidade.


Segundo a pesquisa, o índice de satisfação dos pacientes com a maternidade do HMCC, acumulado no período de junho a outubro está acima de 99%. Motivo de orgulho para a FSFX, que comemora os resultados que vem conquistando e reforça a responsabilidade e compromisso com a comunidade de Itabira e região.