• Fernand Lodi

Angiologista fala sobre problemas circulatórios no verão



Em dias quentes, é comum sentir as pernas mais pesadas e cansadas. Isso ocorre porque as altas temperaturas influenciam diretamente na circulação e levam a sobrecarga dos membros inferiores.


Segundo a Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular do Rio de Janeiro (SBACV-RJ), as altas temperaturas elevam, entre 20% e 30%, o risco de doenças vasculares. Por essa razão, sentir pés e pernas inchados durante o verão pode ser um sinal de alerta.


O médico angiologista, cirurgião vascular e endovascular da Unimed Vale do Aço, Dr. Luiz Ronaldo Godinho, esclareceu o que ocorre em nosso sistema venoso em dias com temperaturas elevadas.


“No período mais quente do ano, em que a sensação térmica chega aos 38°, ocorre a vasodilatação, ou seja, esses vasos ficam com a parede mais relaxada. Em consequência há saída de líquido, que acaba indo para outro espaço, levando ao edema, que é o inchaço.


Somado a isso vem a sensação de dor, cansaço, o peso vespertino. Esses sintomas são mais recorrentes em pessoas com quadros de varizes, ou aqueles que trabalham em posições repetidas, seja muito sentado ou em pé”, explicou o médico.


O cooperado da Unimed Vale do Aço destacou que problemas vasculares vão além do cuidado estético e merecem a atenção.


“É muito importante que haja a prevenção. A hidratação é fundamental, com a ingestão de água e evitando o cigarro, o consumo de bebidas alcoólicas e de alimentos com muito sal. As pessoas que ficam muito em pé ou sentadas devem usar meias elásticas. Já aquelas com quadros de varizes devem fazer o tratamento, não apenas pela estética, mas porque elas podem potencializar os sintomas”, acrescentou o angiologista.


Ainda, de acordo com o especialista, o peso corporal pode influenciar no aparecimento de problemas circulatórios.


“A realização de atividades físicas faz bem não apenas para o sistema circulatório, mas para a nossa saúde em um todo. A batata da perna promove uma melhora do retorno venoso, tanto que ela é chamada de coração periférico das veias. A prática de exercícios, principalmente as que potencializam o fortalecimento da panturrilha, são fundamentais. O sobrepeso prejudica nossas veias, levando, em alguns casos, ao descontrole arterial. Portanto, é fundamental cuidarmos do nosso corpo, do nosso sistema circulatório, da nossa saúde”, concluiu.


Aprenda a prevenir os inchaços


Beba água: Aumentar a hidratação faz com que o corpo funcione bem e evita a retenção de líquidos.


Consuma mais frutas como melão, melancia e morango: Além de contar com muita água, elas ajudam a repor o potássio que, no calor, é eliminado pelo suor.


Diminua o sal e o álcool: Tanto o sal como o álcool são substâncias que provocam a retenção de líquidos, que dificulta a circulação sanguínea.


Evite alimentos industrializados e ultraprocessados: O sal não é o único vilão nesses produtos. Eles contêm também açúcar e gordura, que dificultam a circulação sanguínea. Fique de olho, ainda, na gordura hidrogenada presente em fast foods, sorvetes e bolos prontos. Ela atrapalha a circulação e pode agravar a inflamação dos vasos sanguíneos.


De pernas para o ar: Deitar-se e levantar as pernas ajuda no retorno venoso e diminui as chances de problemas circulatórios. Deixe-as para cima ao menos 30 minutos ao fim do dia. Também vale colocar compressas de água fria nessas áreas.


Exercício tem hora: Práticas esportivas só fazem bem à saúde, mas principalmente se for ao ar livre, procure se exercitar antes das 10h ou à noite, para evitar sobrecarregar o corpo por causa da exposição ao calor e ao esforço

ESSENCIAL AR

"Arte é a Prática da Verdade, do Bem e do Belo, ou seja, Ética, Filosofia e Estética em todos os Âmbitos da Vida"    Massararu Taniguchi/Filósofo Japonês

Telefone Contato

31 988543133

email de contato
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram