• Fernand Lodi

Aperam abre capacitação para pessoas com deficiência no Vale do Aço (MG)



Em destaque Rodrigo Heronville, diretor de Recursos Humanos da Aperam South America e Fabiana Melo, auxiliar administrativa da Aperam, deficiente auditiva


Programa de Formação pretende preparar mão de obra local para o setor siderúrgico. Selecionados (as) terão contrato de trabalho por tempo determinado.


A Aperam South America tem focado sua atuação em estratégias que envolvem eficiência contínua e soluções de vanguarda para o mercado do aço, sem abrir mão de uma premissa – a Inclusão com Diversidade.


Por entender que a equidade no mercado de trabalho, seja de gênero, sexualidade, raça ou condição física, é o caminho para estabelecer relações profissionais mais justas e com oportunidades ao talento de todas e todos, a empresa busca empreender ações com esse foco.


Nesse sentido, a área de Recursos Humanos lança, este mês, o Programa de Formação para Pessoas com Deficiência (PCDs), aberto ao público externo da região do Vale do Aço, onde está localizada a planta industrial.


Natália Silva, da área de Recursos Humanos da Aperam, destaca que o foco da iniciativa é oferecer a aprendizagem, com vistas ao aproveitamento futuro dos participantes, em oportunidades que possam surgir na empresa e também, no mercado de trabalho.


“Percebemos que o setor siderúrgico tem uma carência por mão de obra qualificada. Nosso objetivo é prover essa capacitação dirigida às pessoas com deficiência, ressaltando uma meta da Aperam que é a inclusão, formando profissionais e, ao mesmo tempo, fomentando nosso banco de talentos para processos seletivos oportunos.”


O Programa de Formação para Pessoas com Deficiência vai selecionar candidatas (os) que tenham perfil para atuar no setor industrial. Eles terão contrato de trabalho por prazo determinado de seis meses, podendo ser renovado por mais seis.


“A iniciativa contempla a formação de uma turma para o cargo de Operador (a) siderúrgico. Os selecionados (as) terão a capacitação teórica e, depois, a parte prática. Com a avaliação da performance, os participantes poderão ser contratados por seis meses, com possibilidade de renovação”, explica Natália.


Os interessados devem se inscrever até o dia 17/08/2021, no site da Aperam: https://brasil.aperam.com/pessoas/voce-na-aperam/formacao-para-operador-siderurgico-pcd/.


Os pré-requisitos são: ter ensino médio completo e disponibilidade para trabalho de turno em Timóteo. As etapas do processo seletivo consistem em: Triagem do Currículo, Avaliação Psicológica, Entrevistas e Avaliação Médica.



Para Rodrigo Heronville, diretor de Recursos Humanos da Aperam, o Programa é mais um passo da empresa em consonância com as estratégias da companhia, no que diz respeito à inclusão e diversidade.


“A ação demonstra o quanto a Aperam está focada em contribuir para uma sociedade mais justa. Nossas iniciativas internas e externas estão alinhadas com o contexto atual. É um orgulho para nós contribuir com o setor produtivo, a partir da capacitação de mão de obra qualificada, dando oportunidades a talentos que, muitas vezes, não encontram portas abertas no mercado de trabalho”, ressalta.


Crescimento para todos


Oferecer oportunidades tendo como princípio o talento das pessoas é uma realidade para a Aperam South America. Lucas Cunha, auxiliar administrativo, atua na planta industrial da empresa há quase cinco anos.


Deficiente auditivo, ele é integrante do grupo de afinidade de pessoas com deficiência da empresa e conta que, independentemente da deficiência, a valorização de suas capacidades sempre falou mais alto.


“A Aperam dá oportunidade para as pessoas com deficiência mostrarem que são capazes e que podem contribuir para o crescimento da empresa. O Programa de Formação permitirá que as pessoas selecionadas estejam preparadas para desenvolver, na prática, o conhecimento adquirido e a Aperam poderá descobrir novos talentos. ”


Fabiana Melo é auxiliar administrativa há 10 anos na Aperam e destaca que as iniciativas de inclusão proporcionadas pela empresa fazem muita diferença na vida de quem é impactado por elas.


“Vejo essa iniciativa como uma estratégia para desenvolver a responsabilidade social promovendo uma empresa melhor, um mundo melhor. É um passo além. É garantir que todos tenham acesso às mesmas oportunidades de desenvolvimento profissional. A Aperam se torna uma das melhores empresas para trabalhar propiciando um ambiente mais saudável, incentivando a troca de experiências entre diferentes perfis profissionais, ” finaliza.