• Fernand Lodi

CENIBRA doa itens de saúde para hospitais e postos de saúde da região



Doações serão enviadas aos 54 municípios da área de atuação da CENIBRA


A adesão da CENIBRA à campanha Unidos pela Vacina, liderada pela FIEMG, foi imediata e espontânea nos 54 municípios onde atua.


Por meio de um diagnóstico feito a partir do contato direto com prefeitos e secretários de saúde, a CENIBRA realizou a compra de materiais e equipamentos necessários à vacinação da população e ao tratamento de pacientes da Covid-19.


Dentre eles, se destacam: câmaras frias, freezers e caixas térmicas para conservação ou manuseio de vacinas, bombas de infusão, aparelhos de pressão arterial, cadeiras de rodas e macas para transporte de pacientes, aventais, toucas e máscaras cirúrgicas, álcool em gel, e ainda EPIs e materiais de limpeza.


Em virtude da pandemia, a demanda por estes equipamentos cresceu consideravelmente em todos os setores que buscam adquiri-los para uso nos estabelecimentos ou para doação.

Dessa forma, alguns destes equipamentos serão entregues até o mês de Junho/2021, em razão de um prazo maior para a entrega solicitada pelos fornecedores.


De acordo com o Diretor Industrial e Técnico, Júlio César Tôrres Ribeiro, a CENIBRA está engajada no apoio à vacinação nos municípios.


“Mundialmente, um dos poucos pontos de consenso é de que a vacinação é a nossa maior esperança de controlar a pandemia. Digo controlar, pois mesmo após a vacinação, não podemos abaixar a guarda. A luta contra o novo coronavírus é de toda a sociedade. Cada um fazendo sua parte, com certeza, será mais fácil superar este desafio”, afirmou.


Histórico


Desde o início da pandemia do novo coronavírus, a CENIBRA implementou diversas ações para garantir a saúde e a segurança dos empregados e familiares.


A partir destas medidas, a Empresa garantiu um ambiente de trabalho saudável e seguro para todos e manteve total apoio aos empregados contaminados pela Covid-19. Assim, a CENIBRA tornou-se uma referência no enfrentamento ao novo coronavírus.


Em nenhum momento, as atividades florestais e industriais foram comprometidas, o que possibilitou a Empresa a estabelecer um novo recorde de produção, em 2020.