• Fernand Lodi

Comunidade ganha papel ativo na instalação do Centro de Memória Usiminas



O Centro de Memória da Usiminas já começa a ganhar forma e a comunidade terá um papel importante na construção do espaço. Nesta quarta-feira (23), os integrantes do Comitê Consultivo*, formado por representantes de diversos setores sociais, fizeram sua primeira visita ao espaço, no Grande Hotel.


O grupo foi recebido pela diretora corporativa de Comunicação e Relações Institucionais da Usiminas, Ana Gabriela Dias Cardoso, pela diretora do Instituto Usiminas, parceiro na iniciativa, Penélope Portugal, e pelo curador responsável pelo projeto, o historiador e professor da UFMG, Rodrigo Vivas.


Nesse primeiro encontro, os integrantes do Comitê conheceram o projeto do Centro do Memória e o trabalho de restauração do espaço, um bem tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico de Ipatinga.


Até a inauguração - prevista para o fim de outubro, dentro das comemorações do aniversário da Usiminas -, o grupo irá acompanhar o processo de restauro e a instalação do Centro, com reuniões periódicas junto à equipe técnica envolvida no projeto.


Além dos integrantes do Comitê, a Usiminas também tem conduzido um trabalho de escuta e apuração junto a diversos outros moradores e formadores de opinião no Vale do Aço.


De acordo com Ana Gabriela, essa é mais uma contribuição social da Usiminas para a comunidade, entre tantas outras já realizadas ao longo da história da companhia.


“O Centro de Memória terá uma atuação educativa muito forte, já que mostraremos a história da indústria, da Usiminas e da cidade e ainda apresentaremos o rico acervo de arte da Usiminas. Vamos construir esse legado junto com a comunidade”, afirma.


Um dos integrantes do Comitê, Elísio Cacildo, presidente do Grupo Raízes, destacou a importância do projeto para o patrimônio da cidade. “Estou emocionado de estar diante da realização desse Centro de Memória e muito orgulhoso de ver o Grande Hotel ser usado para esse fim”.


Para Roberto Gonzales, que representa a Ternium no Comitê, “trata-se de um projeto emblemático para a Usiminas, para Ipatinga. A Ternium apoia totalmente a criação desse local que será uma referência para todos”.


O representante da Nippon Steel, Yuichi Akiyama, também comentou a iniciativa. “Para nós, que fazemos parte da Usiminas, a construção do Centro de Memória é algo que traz muito significado.


O Centro será um patrimônio de grande valor histórico e não representará apenas a história de quase 60 anos da Usiminas, mas, sim também como símbolo de uma excelente relação com a comunidade. Nós, da Nippon Steel, apoiaremos esse projeto com firmeza”, destacou.


*Integrantes do Comitê Consultivo


• Allex Oliveira - vice-prefeito de Ipatinga

• Cassinha Carvalho - professora e moradora do bairro Castelo

• Elísio Cacildo - presidente do Grupo Raízes

• Francisco Neto - jornalista

• Paulo Roberto Malta - colaborador aposentado Usiminas

• Ricardo Crochet - presidente do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico e Artístico de Ipatinga

• Roberto Gonzales - representante da Ternium - acionista da Usiminas

• Yuichi Akiyama - representante da Nippon Steel – acionista da Usiminas




  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram