• Fernand Lodi

Contém Cultura ganha novos títulos em Libras



O Contém Cultura de Pingo D´Água vai ganhar novos títulos em Língua Brasileira de Sinais (Libras) para sessões dedicadas a surdos. Desde a semana passada, está sendo trabalhada a tradução dos filmes HQ´s Doc, Guida, Quando parei de me preocupar com os canalhas e Sophia. A tradução leva a assinatura da professora e intérprete Kariny Dias Abreu.


Assistir aos filmes por diversas vezes é a primeira etapa desse trabalho, que acontece simultaneamente com o estudo dos conceitos, pesquisa sobre os temas abordados nas obras e, por último, a gravação das legendas que são inclusas em uma janela disposta no canto do vídeo.


“Os filmes são muito bacanas. Enquanto um estimula reflexões sobre a necessidade de se ter uma visão mais crítica da política, outro já trata da metamorfose da vida, do correr atrás de sonhos, independente da condição na qual se encontra o sonhador”, comenta Kariny.


A professora sublinha que Sophia é um filme que se destaca entre os demais, por se tratar da relação de uma mãe ouvinte com a filha surda. “A mãe experimenta a sensação do surdo e, com muita maestria, busca imergir no mundo do silêncio”.


Para a intérprete, um dos grandes desafios no processo de legendar os filmes é a pesquisa, que requer muita dedicação.


“Eu não posso apenas transmitir o que está sendo apresentado pelo filme no aspecto visual, mas compreender as sensações que podem suscitar cada cena a partir do que sei sobre o assunto abordado. Para o filme que fala sobre o período da Ditadura Militar, precisei me aprofundar mais no assunto a fim de enriquecer minha interpretação”.


A professora explica que a trilha dos filmes também precisam ser consideradas, “pois elas são parte importante da obra e têm uma mensagem a ser transmitida, principalmente nos trabalhos mais emotivos, nos dramas”.


Trabalhar com metáforas também é outro desafio, conforme Kariny. “Voltando à música, em um dos filmes onde boa parte das cenas não há diálogos, as cenas são mudas, então eu precisei me dedicar ainda à percepção da sonoridade para expressar o que a música que toca no final da história quer dizer. Temos aí a metalinguagem, uma linguagem cantada, e o filme vai passando em uma terceira via”.


A professora comenta que, apesar da sua associação às imagens do filme na tela, o seu trabalho tem como propósito dar visibilidade a quem está invisível por suas limitações.


“Nesse sentido, as salas do Contém Cultura são de grande importância, oferecem espaço para a inclusão de quem está à margem das salas de cinema, torna possível o ingresso de surdos em sessões dedicadas a eles. Esse trabalho de legendas em Libras é muito mais que verbalizar as mensagens, dar “voz” aos personagens, mas é lutar por uma causa, buscando reconhecer a categoria e seus direitos de acesso à cultura”.


Assim como a grande maioria dos intérpretes, Kariny trabalha na área da educação. “Sou professora e presto serviços de interprete, mas para tradução de filmes, minha primeira experiência foi no Contém Cultura. Estou feliz por mais esse mercado se abrir, por poder fazer parte dessa iniciativa tão bacana”, sublinha Kariny, que cursa faculdade de Libras, mas já possui duas certificações, “além de muita prática, já que há tempos convivo com amigos usuários do idioma”, acrescenta a intérprete que, para a atividade do Contém contou com o apoio de professores de língua portuguesa e colegas de profissão “como mais um recurso para a definição das estratégias interpretativas que precisou usar facilitando a compreensão dos filmes”.


Para Luciana Profiro, proponente do Contém Cultura, poder integrar ouvintes e surdos em uma mesma sessão de cinema é algo muito positivo.


“Todos os públicos podem se reunir para assistir aos filmes e, no caso dos surdos, eles ficarão felizes por poder contar com a janela da língua de sinais onde uma pessoa com habilidade traduz, explica, o que se passa em cada cena. O cinema é um canal de difusão de conhecimentos diversos. E o Contém Cultura busca fazer com que ele esteja acessível a todos”, sublinha Luciana.


O Contém Cultura tem como objetivo promover a cultura nacional nas cidades do interior de Minas Gerais, dedicando aos municípios espaços permanentes para a realização de programas ligados aos setores culturais, artísticos e de entretenimento. O projeto é patrocinado pela Cenibra, via Lei Federal de Incentivo à Cultura.

ESSENCIAL AR

"Arte é a Prática da Verdade, do Bem e do Belo, ou seja, Ética, Filosofia e Estética em todos os Âmbitos da Vida"    Massararu Taniguchi/Filósofo Japonês

Telefone Contato

31 988543133

email de contato
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram