• Fernand Lodi

Coral Infantojuvenil Aperam se apresenta em homenagem ao Dia das Mães



Apresentação será realizada de forma virtual


Em homenagem ao Dia das Mães celebrado no próximo domingo (9), o Coral Infantojuvenil Aperam preparou uma apresentação online. Às 9h, nos canais da @AperamnoBrasil, o público poderá conferir a canção “Se a gente grande soubesse”, do músico e compositor Billy Blanco.

O vídeo foi conduzido pela maestrina Josiane Drumond, com acompanhamento no teclado do músico Marcony Carvalho. A apresentação conta com os 50 coralistas que integram o coral.

“Gravar esse vídeo para o Dia das Mães, foi muito prazeroso e gratificante. O objetivo foi envolver o grupo, com toda a dedicação e afeto que a data merece.


Primeiramente, recitamos a letra da música em forma de poesia, para que todos pudessem compreender o amor e a grandeza que nela existem. A partir disso, cantar ficou fácil, pois todos adoraram o arranjo”, conta Josiane.


Após um ano da primeira apresentação online, o grupo segue realizando sua agenda de ensaios. “O Coral Infantojuvenil Aperam, vem se destacando pelo comprometimento dos seus participantes e pelo constante apoio e incentivo dos pais”, pontua a maestrina.


Denize Santuzzi é mãe da coralista Ana Luíza, de 11 anos. A Administradora de Empresas e Contadora, há 6 anos optou por trabalhar em home office para ficar mais perto e poder acompanhar melhor o desenvolvimento da filha Ana Luíza.


“Apesar de eu não ser artista, sempre levo comigo a filosofia de que a arte, principalmente a música, estimula o raciocínio lógico e a criatividade. A música ajuda tanto uma criança introvertida a se soltar, como também trabalha a concentração de uma criança mais dispersa”, relata Denize.


De acordo com a mãe, ver sua filha integrar o coral era um sonho antigo. “Ana Luíza demonstrou o gosto pelo canto desde muito pequena. Eu a chamava de meu passarinho, por cantar e assobiar o dia todo. E sempre pensava que quando ela tivesse idade eu iria procurar uma oportunidade no Coral da Fundação. Dessa forma, em fevereiro de 2019, quando ela estava com 9 anos, se integrou ao Coral. Hoje ela tem 11 anos e não ver a hora de fazer 12 para passar para o grupo dos adolescentes, deixando a entender que não passa pela cabeça dela, parar”, destaca.


Com relação aos ensaios on-line, Ana Luíza se adaptou muito bem, espera ansiosa pelo horário do encontro virtual. “Eu aprendo muitas coisas com o coral, além das músicas novas e estilos musicais.


O virtual pra mim é bom, pois temos um momento de interação. Mas eu gosto muito mesmo é do presencial, pois posso conversar com os meus amigos, vê-los de perto”, finaliza Ana Luíza.


Neste mês, além do vídeo em homenagem às mães, os coralistas terão uma aula especial, irão se conectar com a preparadora vocal e doutora em música pela UFMG, Thays Simões que irá ministrar uma oficina de técnica vocal e sensibilização corporal para os alunos do coro.

A profissional desenvolveu um método de canto e consciência corporal aplicada a técnica vocal de coros infantojuvenis.


O workshop é uma ferramenta que irá trabalhar o aprimoramento vocal do grupo e também outras pautas relacionadas ao canto coral.