• Fernand Lodi

Dia da Água é celebrado na FIEMG Regional Vale do Aço com “Programa de Regularização e Gestão 2022”



A crescente demanda por água para abastecer a população e assegurar o desenvolvimento de todas as atividades econômicas constitui um desafio na gestão dos recursos hídricos.


Diante deste cenário de insegurança hídrica é preciso destacar que as indústrias utilizam a água de modo cada vez mais eficiente nos processos produtivos.


Resultados de investimentos em recirculação de água, sistemas adaptativos de captação e no aproveitamento de efluentes tratados.


Em comemoração ao Dia da Água, a Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG) está promovendo em todo o Estado o “Programa de Regularização e Gestão 2022”.


A FIEMG Regional Vale do Aço e Rio Doce abriram o circuito nesta sexta-feira, 1º/4, em Ipatinga para orientar industriários quanto aos procedimentos de outorga e as principais dificuldades do órgão gestor na análise dos processos.


Flaviano Gaggiato, presidente da FIEMG, reforçou a importância de debater o tema. “Às vezes não damos importância a esse bem fundamental para a nossa sobrevivência. A água é essencial também nos processos industriais. Precisamos preservar cada vez mais e nos conscientizarmos do nosso papel na diversificação das fontes de fornecimento da indústria e de como outros setores da economia pode auxiliar na busca da tão desejada segurança hídrica”, disse.


“O objetivo da FIEMG, juntamente com os sindicatos industriais e o IGAM é de orientar sobre as obrigações, cumprimento de condicionantes, cobrança pelo uso da água, declaração de carga poluidora, entre outros temas relacionados ao uso da água; a fim de evitar penalidades e principalmente, aproximar o industriário da URGA Regional que fica na SUPRAM Leste no intuito de buscar maior desempenho e esclarecimento nos procedimentos de outorga”, justificou o analista de meio ambiente da FIEMG, Deivid Oliveira.


Wylliam Mello, diretor da Unidade Regional de Gestão das Águas Leste Mineiro (URGA LM), alertou que todo o processo de outorga deve ser formalizado no novo Sistema Eletrônico de Informação (SEI) desenvolvido pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), uma ferramenta de gestão de documentos e processos eletrônicos que visa promover a eficiência administrativa e dar celeridade aos processos.


“Toda outorga hoje é formalizada online e também analisada de forma que todo ofício de informação complementar solicitada é disponibilizado no SEI para acesso do empreendedor”, explicou.


Informações e orientações a respeito do “Programa de Regularização e Gestão 2022” com a analista ambiental da FIEMG Regional Rio Doce e Vale do Aço, Mylena Oliveira, através do telefone 33 99934-8572 ou email mnoliveira@fiemg.com.br

  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram