• Fernand Lodi

Dia do Professor é lembrado com iniciativas de formação do Instituto Usiminas



Último curso de formação gratuito de 2021 traz o tema “O brincar como modo de estar no mundo: educar e brincar, na vida e na escola”, com o Coletivo Aqui que a gente brinca, de São Paulo


Neste Dia do Professor, 15 de outubro, o Instituto Usiminas e a Usiminas reforçam a importância de valorizar o desenvolvimento do educador, contribuindo com sua formação.


Por meio do Programa de Formação de Professores e Arte-Educadores, que integra a Ação Educativa do Instituto Usiminas, realizado com o patrocínio da Usiminas, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, educadores de todo o país têm acesso a iniciativas gratuitas de arte-educação, incluindo oficinas, cursos e palestras, que têm o teatro, a música, a dança, as artes visuais, literatura e o circo como premissas.


O programa, que ganhou modalidade à distância em 2020, coloca os professores sempre como protagonistas do conhecimento, possibilitando-os criar e vivenciar experiências de reflexão e ampliação das competências.


"Atendemos às demandas dos educadores sempre abordando temas fundamentais para a educação contemporânea. Pautados pela diversidade, inclusão, respeito ao próximo, temos chegado cada vez mais longe, proporcionando conteúdos de qualidade, com reflexões indispensáveis, que já refletem nas vivências dos educandos”, destaca Penélope Portugal, diretora do Instituto Usiminas.


Educar e brincar


O Instituto Usiminas encerra a temporada de 2021 dos cursos do Programa de Formação de Professores e Arte-Educadores com o curso “O brincar como modo de estar no mundo: educar e brincar, na vida e na escola”, com o Coletivo Aqui que a gente brinca (SP).


A formação será nos dias 21 e 28/10 (quintas-feiras), às 19h, por meio de plataforma on-line, e propõe um olhar para aspectos do brincar que constituem a própria vida e para a escola como lugar potente de expressão destes gestos.


O coletivo “Aqui que a gente brinca!” é formado por artistas educadoras engajadas em pautas afirmativas por infâncias mais lúdicas na cidade. Já na primeira aula, o curso terá como foco o brincar e a liberdade.


A segunda aula vai abordar a alegria, a memória e os afetos. O corpo e o movimento durante as brincadeiras tradicionais vão integrar o material complementar do curso. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo: sympla.com/educativoinstitutousiminas.


Para chegar a mais professores


Mais de 2.500 educadores já passaram pelas atividades presenciais do Programa de Formação para Educadores e Arte-Educadores, antes da pandemia.


Desde 2020, o Instituto Usiminas leva o programa cada vez mais longe, alcançando 120 cidades de diferentes estados brasileiros, além de Lisboa (Portugal). Somente em 2021, os cursos do Programa de Formação alcançaram cerca de 200 educadores.


Desde maio deste ano, o Instituto Usiminas realizou outros três cursos dentro do seu Programa de Formação de Educadores e Arte-educadores.


Todos os conteúdos estão disponíveis na Plataforma Educativa do Instituto Usiminas, espaço virtual que é extensão da Ação Educativa e possibilita a participação de educadores de diversos países.