• Fernand Lodi

Especialista em saúde fala sobre a vacinação contra Covid-19



Idosos também deverão buscar a vacina contra a Influenza


Durante entrevista ao Canal AAPI a especialista em Gestão de Saúde, Natália Littig, referência em Imunização da Superintendência Regional de Saúde de Coronel Fabriciano, informou sobre o procedimento para a vacinação aos pacientes que já foram acometidos pela Covid-19.


De acordo com Natália, é necessário aguardar 30 dias após o surgimento dos sintomas para então receber a vacina.


Ainda que o indivíduo possa desenvolver uma imunidade natural por ter sido infectado, não se sabe ao certo quanto tempo essa proteção dura, daí a necessidade da imunização, incluindo as duas doses.


Quanto ao idoso, a enfermeira ressalta que mesmo após a vacinação contra a Covid-19, é necessário ficar atento para se proteger com relação a outras doenças.


“Todos os idosos devem se vacinar contra a Influenza, que é uma doença que pode causar sintomas graves”, avisa. Natália defendeu a prática de exercícios físicos, boa alimentação e bom estilo de vida para o reforço da imunidade.


Gripe


No próximo dia 12 (segunda-feira) o Brasil dará início a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, vigésima terceira edição – que se estenderá até dia 09 de julho. A prioridade será para crianças de seis meses a seis anos de idade, gestantes, puérperas, indígenas e trabalhadores de saúde.


A partir de 11 de maio serão vacinados os idosos com 60 anos ou mais, além dos professores.


Na última etapa, a partir de 09 de junho, serão contempladas pessoas com comorbidades, caminhoneiros e trabalhadores do transporte rodoviário e portuário, forças de segurança, pessoas privadas de liberdades e jovens que cumprem medidas socioeducativas.