top of page
  • Foto do escritorFernand Lodi

Exposição Essas Mulheres apresenta obras de 43 artistas do Vale do Aço



Fundação Aperam Acesita lança 43 obras de artistas no Dia Internacional da Mulher, mostra homenageia universo feminino


O universo feminino retratado nas mais diversas linguagens artísticas. Esse é o tom da exposição Essas Mulheres, lançada na última sexta-feira (08/03) pela Fundação Aperam Acesita, celebrando o Dia Internacional da Mulher.


Em sua 28ª edição, a mostra coletiva apresenta obras de 43 artistas do Vale do Aço, Marília e Belo Horizonte, e pode ser apreciada gratuitamente até o dia 30 de abril.


A abertura da exposição foi embalada pela apresentação musical dos alunos da Casa de Artes e Inclusão Social (Cais) e show da cantora Amanda do Carmo.


Familiares e convidados das artistas marcaram presença no lançamento da mostra.


Personagens e silhuetas femininas, mulheres negras, religiosidade, sentimentos, emoções, luto, paisagens naturais e mandalas são temas tratados pelas artistas nas linguagens artísticas pintura em tela, pontilhismo, desenhos realistas, bordados, amigurumi, instalação e escultura em argila.


“Celebraremos os 30 anos da Fundação Aperam Acesita em 2024 tornando efetiva a máxima de que a mulher deve e pode estar onde ela quiser. Equidade é também nossa meta na Aperam.


Esta exposição, há 28 anos, busca visibilidade para a arte feita pelas mulheres, assim como a empresa tem se dedicado a ampliar as oportunidades para as mulheres na indústria”, declarou o presidente da Fundação Aperam Acesita, Venilson Vitorino.


Marina Dora Poggiali, artista plástica e dentista, participa da mostra Essas Mulheres com uma instalação. “A mulher vive diariamente com a arte de vencer desafios, entre dores e alegrias. O afeto, cuidado, escuta amorosa, convivência familiar, nossa sensibilidade nos inspira a criar. A exposição traz o legado de mulheres fortes e poderosas”, comentou.


Pela primeira vez na exposição Essas Mulheres, a artista plástica e professora de artes, Dani Saggioro, expõe telas que contam parte da sua história, usando técnicas como pintura em óleo, nanquim e bordado. “Uma oportunidade e tanto poder mostrar nossas obras em uma galeria como a da Fundação. É uma exposição muito rica. Temos artistas de várias gerações com olhar atual sobre a arte”, revelou.


Os visitantes da exposição poderão avaliar as obras expostas e eleger suas preferidas. A artista da obra vencedora será premiada pela Fundação Aperam Acesita.




Comments


  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
bottom of page