• Fernand Lodi

Feiraço recolhe 4 toneladas de alimentos



Quatro toneladas de alimentos não perecíveis arrecadados durante a Feiraço – Feira Comercial de Produtos e Serviços “Gerando Negócios” foram repassados para a administração de Ipatinga, representada pelo prefeito Nardyello Rocha, na manhã de quarta-feira (10).


Entre os itens mais doados estão leite longa vida, arroz, feijão, macarrão e farináceos.


Os donativos recolhidos nos quatro dias de evento, realizado pela Aciapi, CDL de Ipatinga e Prefeitura de Ipatinga, serão redistribuídos pelo Banco de Alimentos de Ipatinga, vinculado à Secretaria Municipal de Assistência Social.


Na sede do banco, localizada no Parque das Águas, os alimentos passarão por triagem e serão entregues para entidades filantrópicas, famílias e indivíduos em situação de insegurança alimentar e cadastrados no órgão.


A doação dos alimentos para a entrada na Feiraço foi espontânea. Para o presidente da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Prestação de Serviços de Ipatinga, Cláudio Zambaldi, a participação dos visitantes neste sentido foi positiva.


“Não era obrigatória a entrega dos alimentos. Contudo, vimos que a maioria das pessoas se imbuíram desta causa. Estes mais de quatro mil quilos de alimentos serão muito bem distribuídos pela Prefeitura e, com certeza, farão a diferença na mesa de muitas famílias”, ressalta Cláudio.


O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Ipatinga, José Carlos de Alvarenga, explica que a ideia de recolher os itens alimentícios foi para tornar o evento mais acessível e ainda ter um cunho social.


“Desde o princípio o objetivo era dar a oportunidade do maior número de pessoas comparecerem ao evento. Por isso, ficou decido que a entrada seria gratuita, mas que iríamos fazer o recolhimento de alimentos não perecíveis. Assim, além da movimentação econômica provocada com a Feiraço, a feira gerou este benefício para as pessoas de Ipatinga que vivem em situação de vulnerabilidade social”, informa José Carlos.


O prefeito Nardyello afirmou que a administração municipal foi contemplada com a Feiraço em diversos sentidos.


“Fiquei muito feliz com o resultado da feira por ser a primeira que realizamos e por ter sido feita de forma conjunta à Aciapi e a CDL de Ipatinga. O valor comercial do evento é indescritível e culminou com o resultado social. Estamos recebendo estes alimentos que foram doados de forma voluntária. Vamos distribuí-los de forma organizada. A feira deu certo comercialmente, socialmente e deixou a porta aberta para a segunda edição”, destaca Nardyello.


O Banco de Alimentos


Segundo a diretora do Departamento de Proteção Social Básica, Eliana Soares Correia, 44 instituições de serviços socioassistenciais e mais de 3.600 pessoas, encaminhadas pelos CRAS’s e CREAS, são beneficiadas por meio do Banco de Alimentos.


A diretora salientou que o cunho social da Feiraço tem impacto relevante para o município. “Estes itens serão distribuídos em cestas para famílias e entidades. A iniciativa da Aciapi-CDL e da comunidade de Ipatinga foi de uma grandeza enorme.

É um mecanismo para levar alimentos à mesa daqueles que não têm. Só quem precisa sabe a importância de fato.


Agradecemos a Aciapi-CDL de Ipatinga pela ação e contamos cada vez .


Além deste tipo de doação, o banco faz o recolhimento de alimentos perecíveis que não estão em condições de comercialização, mas que após seleção, limpeza e esterilização estão em bom estado para consumo.


A Feiraço foi realizado pela Aciapi, CDL de Ipatinga e Prefeitura de Ipatinga. O evento foi produzido pela Amar’e e Agência 1, e promovido pelo Grupo Vanguarda e Inter TV dos Vales.