• Fernand Lodi

Feira do Produtor Rural é reinaugurada em Bom Jesus




Inauguração é fruto da parceria entre a Emater, produtores rurais, Departamento de Agricultura e a administração municipal, “pelo seu compromisso em apoiar projetos voltados à agricultura familiar”


A Prefeitura Municipal, por meio do seu Departamento de Agricultura e em parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater–MG) e as associações rurais, reinaugurou na manhã do último sábado (13), no Centro da cidade, a Feira do Produtor Rural, um espaço concebido para a comercialização dos produtos da agricultura familiar bonjesuense e atividades culturais.


O evento foi aberto às 8h, com a visitação do público às 18 barracas, onde os consumidores puderam adquirir hortaliças, frutas, quitandas, açúcar mascavo, mel, temperos, queijo e outros derivados de leite, café torrado e moído artesanalmente, dentre outros alimentos, além de peças de artesanato.


Às 10h, foi realizado um ato inaugural aberto com rituais em ação de graças ministrados pelo padre Odilon Ferreira Ramos.


Em seguida, o prefeito municipal, Willian Batista de Calais, fez seu pronunciamento agradecendo a todos que colaboraram para a reinauguração da Feira de Agricultores, destacando a importância da iniciativa no fomento da produção rural e consequente geração de emprego e renda para o município.


Na sequência, o diretor de Agricultura, Samuel Lopes, sublinhou que, para o fortalecimento da Feira, é fundamental que a comunidade adquira os produtos ofertados pelos agricultores que atuam no novo ponto de comércio da cidade.


Edmar Martins de Assis, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Bom Jesus do Galho, elogiou a iniciativa e enfatizou que a Feira vem ajudar o homem do campo a vencer um de seus grandes desafios, escoar sua produção para se manter em atividade.


Representando a Câmara de Vereadores, o vereador Ronaldo Jonata parabenizou a gestão municipal, o departamento de Agricultura, a Emater e os produtores rurais pela estruturação da Feira.


O vereador também fez um apelo à comunidade para que continue prestigiando o comércio local e convide mais pessoas para fazer suas compras dos produtores rurais de Bom Jesus.

O engenheiro agrônomo, gerente regional da Emater, Aldrin Carlos Reggiani Assis, frisou que o resultado da Feira pode ser traduzido como soma de esforços.


“É a união de forças de pessoas e instituições que torna viável o crescimento regional. Quando a busca pelo bem comum se dá em grupo, certamente o sucesso é alcançado”.

Aldrin também elogiou a qualidade dos produtos oferecidos na Feira e incentivou o público a continuar prestigiando as mercadorias da agricultura familiar. “A fidelização dos clientes é que vai incentivar e assegurar a permanência da Feira em atividade”, concluiu.


Na área da Feira, foi montada uma tenda da Saúde onde foram oferecidos exames de glicemia, aferição de pressão arterial, dentre outros serviços, que foram prestados pela equipe multidisciplinar do Núcleo de Assistência à Saúde da Família – Nasf e profissionais das unidades de saúde da sede e distritos.


Música ao vivo, com repertório sertanejo, e área de brinquedos para crianças também integraram a programação inaugural da Feira, por onde, segundo estimativa da Prefeitura, passaram cerca de 800 pessoas, em sua maioria de Bom Jesus, além de moradores de outras cidades.


Entre os presentes, estiveram a primeira-dama, Dayse Cecília Mendes Tostes, diretores de departamentos municipais, vereadores, lideranças regionais e o pároco da cidade, José Paula Vilela.


FAMÍLIA


Francisco José de Faria, sua esposa, Maria de Lourdes Clemente de Faria, e a filha do casal, Soliane Clemente de Faria, compõem o grupo de aproximadamente 50 agricultores vinculados à agricultura familiar bonjesuense.


Maria conta que, assim como o marido, ela trabalha no campo desde muito cedo. “A gente era criança e já ajudava os nossos pais. Nossa vida sempre foi semear, plantar e colher. Desse modo, vivemos, tivemos os nossos quatro filhos. Estão todos criados e estudados, graças a Deus”.

Segundo Maria, a agricultura é sua grande paixão e estilo de vida. “Se eu não fosse agricultora, eu iria estudar para ter alguma profissão que me permitisse esse contato direto com a terra. Não tenho interesse por nenhuma outra atividade a não ser essa e os meus artesanatos, que nos ajudam a completar a renda da família”.


Na barraca dos Farias, que cultivam seus produtos no córrego dos Capitães, são comercializados sabão caseiro de limão, mel, frutas, doces, temperos, bolsas de retalho, esteiras, cestas e outros objetos feitos de bambu.


Para Francisco, além do prazer em trabalhar no campo, a companhia da família também é uma grande motivação para realizar as atividades rurais. “Nossos filhos cresceram nos ajudando. Hoje, apenas dois moram conosco. Cada um tem a sua profissão, mas não deixam de colaborar com a gente, seja embalando os produtos, colocando uma etiqueta, armazenando alimentos. Assim, vamos vencendo”, comemora.


Moradores da comunidade de Meia Laranja, os Corrêas, Maria de Fátima e seu filho, Cristian, também participam da Feira, onde vendem hortaliças, frutas e polpas de frutas.


“Enquanto estamos aqui, meu marido está comercializando outros produtos em Caratinga”, conta Fátima, destacando o interesse do filho em ajudar no comércio. “O Cristian tem apenas 13 anos, mas já demonstra vocação para a agricultura. Ele faz questão de vir para a Feira e está sempre com um bom sorriso no rosto, gostando de participar desse movimento”.


Feira do Produtor Rural de Bom Jesus do Galho. Sempre aos sábados, de 6 às 13h, na praça Padre Dionísio Homem de Faria, no Centro da cidade.

ESSENCIAL AR

"Arte é a Prática da Verdade, do Bem e do Belo, ou seja, Ética, Filosofia e Estética em todos os Âmbitos da Vida"    Massararu Taniguchi/Filósofo Japonês

Telefone Contato

31 988543133

email de contato
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram