• Fernand Lodi

FIEMG promove 1ª reunião da Agenda de Convergência de 2022



O ano começou com boas expectativas para as lideranças da Agenda de Convergência do Vale do Aço.


Na primeira reunião de 2022 realizada nessa segunda-feira, 07/02, foi anunciado pelo Delegado da Polícia Federal, Alexandre Teixeira, a inauguração da Unidade da Polícia Federal em Ipatinga, no próximo dia 21/02.


“Iniciaremos as atividades de forma gradual, com a emissão de passaportes e atendimento a estrangeiros (controle migratório) e trabalhos de investigação criminal, com foco na repressão a organizações criminosas”, explica.


“A implantação de outros serviços ocorrerá em breve, juntamente com a chegada de novos policiais, quando serão realizados os serviços de controle de armas de fogo, por meio de autorizações de posse e o porte de armas, bem como o controle de vigilância privada e de produtos químicos”, pontua.


A Delegacia da Polícia Federal de Ipatinga será instalada no segundo piso do shopping Vale do Aço e abrigará ainda a Unidade Especial de Repressão à Falsificação de Moeda que tem caráter nacional na repressão a este tipo de crime.


Competitividade


Já no eixo competitividade, a atualização dos dados referentes ao setor metalmecânico confirmam que o segmento é pujante e tem grande potencial de crescimento com o Arranjo Produtivo Local do Vale do Aço, o maior do interior de Minas Gerais em relação ao número de empregos com um cluster de 274 empresas ligadas ao segmento.


Segundo Marlon Duarte, diretor presidente do APL metalmecânico do Vale do Aço, em 2020 a região exportou para 11 países com 25 tipos de produtos do setor.


“A nossa expectativa é que possamos desenvolver projetos mais alinhados aos planos dos empresários, uma vez que temos um levantamento extremamente atualizado do mercado, das estratégias e dos números das empresas”, explica Duarte.


Para 2022 o eixo trabalha para que os investimentos previstos sejam oportunidades para as empresas do Vale do Aço como a construção da nova ferrovia que ligará Santana do Paraíso a São Mateus, no Espirito Santo.


“Nossa intenção é garantir que as empresas da região tenham a oportunidade de tornar-se fornecedores, atendendo as demandas que já existem e principalmente, as demandas que virão através dos projetos de expansão das ferrovias”, conclui.


Infraestrutura


A LMG 760 segue em ritmo acelerado com 27km já asfaltados e previsão de conclusão em outubro deste ano.


Quanto ao aeroporto regional, Luciano Araújo, informou que o Plano Diretor foi aprovado pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e que o eixo tem atuado no monitoramento e articulação para garantir a liberação de recursos do Fundo Nacional de Aviação Civil (FINAC) para execução, além do acompanhamento visando a liberação dos investimentos para construção dos hangares.


No quesito ferrovia, destacou que o eixo tem focado na otimização da estrutura ferroviária e implantação de um terminal integrador rodoferroviário da Petrocity para operação de containers.

“Foi assinado pelo ministério da infraestrutura o contrato de autorização para a construção da estrada de ferro Minas – Espirito Santo (EFEMES). No próximo mês teremos uma reunião com a diretoria da Petrocity para darmos sequência, conjuntamente, a esse investimento para a região”, disse o coordenador do eixo.


Acompanhe os projetos desenvolvidos pelos seis eixos estruturadores da Agenda de Convergência através do site www.agendadeconvergenciamg.org.br/


  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram