• Fernand Lodi

FIEMG promove encontro entre governador Romeu Zema e lideranças do Vale do Aço



Na oportunidade Zema apresentou ações do governo para o desenvolvimento integrado da região


Aprovação do Posto Avançado de Coleta Externa (Pace) para a instalação do Hemominas e atração de novos investimentos para a região foram alguns dos pleitos reivindicados pelo presidente da FIEMG Regional Vale do Aço e coordenador da Agenda de Convergência, Flaviano Gaggiato, durante encontro promovido nesta quinta-feira, 29/07, pela entidade e a Agência da Região Metropolitana do Vale do Aço (ARMVA) entre o governador Romeu Zema e lideranças regionais e prefeitos da microrregião.


Na oportunidade, Gaggiato reforçou a importância do Estado para o desenvolvimento regional. “Nossa expectativa é de colhermos bons frutos e continuar contribuindo para o desenvolvimento econômico e industrial dessa região tão pujante para o estado de Minas Gerais e o país”.


O coordenador da Agenda de Convergência apresentou o modelo de governança da iniciativa coordenada pela FIEMG e composta por 60 entidades membro e a atuação dos seis eixos estruturadores: Infraestrutura, Segurança, Saúde, Educação, Competitividade e Sustentabilidade.

“Agradecemos o apoio do governo do estado no atendimento aos pleitos da Agenda de Convergência dentre eles: liberação de recursos para as obras de reforma do aeroporto, bem como para elaboração do plano diretor, ferramenta de extrema importância para o desenvolvimento da região considerando as dificuldades de logística que temos com a BR- 381”, destacou.


Flaviano agradeceu também apoio na liberação de verbas junto à Fundação Renova para a pavimentação da LMG 760, da estrada Parque Bispo Dom Helvécio e dos R$ 93 milhões que serão investidos no Parque Estadual do Rio Doce, obras essenciais para o desenvolvimento da indústria do turismo na região e solicitou urgência na revisão do plano de manejo e da área de amortecimento do Parque Estadual do Rio Doce que impacta e dificulta o desenvolvimento dos municípios que estão ao redor da área de preservação ambiental.


Zema reconheceu a importância e as potencialidades do Vale do Aço e se comprometeu a apoiar ações que promovam o desenvolvimento integrado da região.


Ele também lembrou que na gestão atual são mais de R$ 129 bilhões atraídos de empresas privadas que seguem investindo no estado. Isso garantiu a geração de mais de 60 mil empregos diretos.


“Minas tem sido exemplo no Brasil na atração de investimentos. Nesses 30 meses de governo já trouxemos R$ 129 bilhões em investimentos privados. O outro governo em quatro anos trouxe R$ 26 bilhões. E teremos cada vez mais”, disse.


O vice presidente da FIEMG, Luciano Araújo, representou o presidente da Federação das Indústrias, Flávio Roscoe e num discurso otimista ressaltou que o encontro de hoje é o pontapé inicial rumo ao desenvolvimento da região.

“As oportunidades de investimentos foram apresentadas pelo governo, agora depende dos prefeitos estruturarem os municípios, se juntarem ao INDI – Instituto de Desenvolvimento integrado de Minas Gerais para apresentar suas oportunidades de investimentos. A FIEMG, juntamente com o SENAI, está à disposição dos municípios oferecendo qualificação profissional que contribuirá nessa preparação para atração de investimentos”, concluiu.