• Fernand Lodi

FIEMG Regional Vale do Aço apresenta diferenciais e potencialidades no Fórum de Minas



Evento promove 20 horas de conteúdo de relevância, interação e integração entre gestores municipais, presidentes de entidades, lideranças políticas, empresários, especialistas e entidades ligadas à indústria.


O presidente da FIEMG Regional Vale do Aço e coordenador da Agenda de Convergência, Flaviano Gaggiato, participou nesta terça-feira, 15/06, do Fórum de Minas.


O evento tem o objetivo de realizar um diagnóstico da realidade econômica e social de cada região e identificar e fortalecer seus principais diferenciais e vocações, além de discutir o cenário e impactos da pandemia.


São cinco dias de evento, 20 horas de conteúdo de relevância, interação e integração entre gestores municipais, presidentes de entidades, lideranças políticas, empresários, especialistas e entidades ligadas à indústria que acontecem com transmissões on-line, em uma plataforma exclusiva, integrada e com transmissões ao vivo. Além da plataforma, o evento é transmitido em outros canais como Instagram e Youtube.


“O Estado de Minas Gerais é muito amplo e diverso, como também são diversos os fatores que interferem na caracterização de uma região. Localização geográfica, solo, clima, processos, cultura, história, tradição, recursos naturais, dentre outros, definem a vocação e dão personalidade a uma determinada região. É nesse sentido que trabalhamos, entendendo e valorizando as regiões e suas diferentes potencialidades”, pontuou o diretor da VB Comunicação e anfitrião do evento, Paulo César Oliveira.


O Vale do Aço foi representado pelo presidente da FIEMG que, na oportunidade, apresentou a entidade, sua área de abrangência e atuação, inclusive nesse momento pandêmico. Explanou também sobre a sinergia e resultados alcançados pelo Conselho Estratégico e Agenda de Convergência.


Dentre as conquistas Gaggiato mencionou as iniciativas da entidade no combate à pandemia como doação de máscaras, álcool 70%, ventiladores pulmonares e câmaras frias para armazenamento das vacinas contra a Covid-19.


No Conselho Estratégico, a união e sinergia da entidade com as indústrias âncoras: Aperam, ArcelorMittal Monlevade, Cenibra e Usiminas e na Agenda de Convergência, as conquistas e pleitos nos seis eixos estruturadores: Infraestrutura, Saúde, Segurança, Educação, Competitividade e Sustentabilidade.


“Parabenizo ao grupo VB Comunicação pela iniciativa e agradeço o convite. É gratificante apresentar um pouquinho da FIEMG e do Vale do Aço, nossos diferenciais e potencialidades. Meu mandato tem sido de muito trabalho, muitas foram as conquistas e mais ainda são os desafios, mas seguimos confiantes no desenvolvimento da região e na união de lideranças para fazer do Vale do Aço, até 2030, o melhor lugar do estado para se viver e produzir”, concluiu.

  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram