• Fernand Lodi

Fundação Aperam Acesita e Aperam South America apoia Movimento Maio Amarelo



A cada luz amarela acesa em um semáforo, corresponde uma mensagem: atenção! A cor de alerta colore as campanhas do Maio Amarelo, em um convite a todos: tenham cuidado ao se locomover em vias públicas.


Essa onda de conscientização ganhou força na Fundação Aperam Acesita e Aperam South America, onde aconteceram blitzes educativas nas portarias, nos restaurantes e no Escritório Central da empresa, além disso a fachada do escritório está iluminada de amarelo.


O movimento teve como tema No trânsito, o sentido é a vida, envolvendo o poder público, a sociedade civil e, em especial os empregados da empresa, buscando contribuir para o combate dos altos índices de mortos e feridos no trânsito em todo o mundo.


Durante as blitzes, foram dadas orientações sobre os cuidados no trânsito e entregue o laço amarelo, símbolo do Movimento, que sinaliza o engajamento de quem adere.


O laço já é largamente usado em inúmeros movimentos, e a cor é que os diferencia, mas sempre tem o mesmo propósito, alertar a sociedade sobre algum tema que requer muita atenção.


“Acreditamos que a ação veio para reforçar a reflexão referente ao tema, buscando envolver os empregados, a intensificar o assunto em sua rotina dentro e fora da empresa, além de fazer repensar suas atitudes no trânsito”, comentou o presidente da Fundação Aperam Acesita, Venilson Vitorino.


As estatísticas de trânsito no Brasil


Dados do Ministério da Saúde indicam que houve no ano de 2015 (dados mais recentes disponíveis) 38.651 mortes em vias públicas, um número que coloca o Brasil na quinta colocação entre os países com o maior número de vítimas de trânsito.


Os dados apontam para um quadro complexo, suscitando questões sobre o papel do Estado e dos cidadãos na segurança do trânsito e o impacto desses índices na economia e na saúde pública.