top of page
  • Foto do escritorFernand Lodi

Fundação Aperam Acesita firma convênios com CMDCA Timóteo



Projetos serão executados com recursos captados junto ao Fundo da Infância e Adolescência - FIA de Timóteo em 2022


A Fundação Aperam Acesita firmou convênio com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Timóteo (CMDCA) para execução de dois projetos aprovados no Edital de Chamamento Público SEMADS/FMDCA Nº 001/2022 realizado pelo órgão.


O evento de assinatura dos Termos de Fomento foi realizado na tarde da última quarta-feira (05/04), na Prefeitura de Timóteo, com a presença de representantes das organizações sociais que tiveram projetos aprovados e empresas que destinaram recursos ao Fundo da Infância e Adolescência - FIA de Timóteo em 2022.


O presidente da Fundação Aperam Acesita, Venilson Vitorino, marcou presença no evento, juntamente com as coordenadoras de projetos da Fundação Aperam Acesita, Neide Barbosa e Juliana Jácome. “Vamos trabalhar ao lado do CMDCA para auxiliar na busca de novas políticas públicas que possam ampliar serviços, programas, projetos e ações que complementem as iniciativas já desenvolvidas pelo Conselho, para atender as necessidades das crianças e adolescentes do município”, declarou Venilson.


Um dos projetos aprovados, como iniciativa da Fundação Aperam Acesita, é o “Capacitar para Fortalecer”, que tem como objetivo promover a capacitação e formação do Conselho da Criança por meio de assessoramento técnico especializado, para alteração da sua legislação e para elaboração de Chamamentos Públicos e criação de processos de monitoramento e avaliação de parcerias.


O projeto tem convergência também com o Plano Decenal dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes de Timóteo 2016-2025.


O segundo projeto é o “Recompondo a Aprendizagem II”, que será desenvolvido em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Timóteo (SME), beneficiando as escolas municipais Ana Moura e Virgínia de Souza Reis.


A proposta é criar um espaço de atendimento personalizado nas escolas, onde os alunos poderão reforçar as atividades desenvolvidas em sala de aula, com o apoio de uma equipe de profissionais com perfil alfabetizador para o atendimento a 80 alunos do 1º ao 5º dos anos iniciais, com idade de 06 a 10 anos.

Comentários


  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
bottom of page