• Fernand Lodi

Implantação do estacionamento rotativo é bem avaliado pelo empresariado de Ipatinga



Com mais de uma semana de implantação do Estacionamento Rotativo Digital, a classe empresarial estabelecida no Centro de Ipatinga avalia que o sistema Zona Azul melhorou significativamente o uso das vagas de estacionamento na região, além de diminuir a incidência de vendedores ambulantes irregulares.


O objetivo central do estacionamento rotativo é democratizar a ocupação das vagas no Centro, com a limitação do tempo para cada usuário. A implantação do sistema é uma demanda frequente da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Prestação de Serviços de Ipatinga (Aciapi) e da Câmara de Lojistas (CDL) de Ipatinga.


Para o presidente da Aciapi, Cláudio Zambaldi, o sistema de estacionamento rotativo contribui para o conforto do cliente. “Em qualquer grande centro de compras de cidades bem estruturas, existem sistemas semelhantes ao implantado em Ipatinga.


O estacionamento rotativo dá comodidade ao cliente, por encontrar vagas próximas aos estabelecimentos e, consequentemente, beneficia o comerciante. Hoje o cliente pode pagar o estacionamento com tempo fracionado, pelo aplicativo, com um valor muito mais em conta que nos estacionamentos privativos”, avalia Cláudio.


O presidente da CDL de Ipatinga, José Carlos de Alvarenga ressalta que além da ocupação das vagas, outros problemas também são sanados com o Zona Azul.


“O estacionamento rotativo inibe a ocupação irregular das vagas por vendedores ambulantes ou foodtrucks não autorizados. Então, este modelo traz um reordenamento necessário para o trânsito no Centro de Ipatinga. Após uma semana, percebemos que boa parte dos usuários já estão se adaptando com esta nova organização”, declara José Carlos.


O comerciante Mauro Lage Bretas, Nossa Loja, afirmou que o retorno dos clientes confirmam a melhoria do uso das vagas.


“Achei muito positivo. A principal avaliação é a dos clientes, que estão gostando muito, pois estão encontrando vagas para estacionar. Antes não pagava, mas também não tinha vaga. Agora, paga-se um valor justo e acha estacionamento perto do local de destino”, destaca Mauro.


Para o empresário Diego Magalhães de Andrade, da loja Da Lu, o uso irregular das vagas atrapalhava o fluxo de clientes. “Antes, o Centro estava insuportável. Muitos clientes chegavam para fazer as compras, mas não encontrava uma vaga disponível. Estou satisfeito com a cobrança. No início, requer adaptação, mas o mais difícil já foi feito, que era a implantação do sistema”, analisa Diego.


Período Educativo


O Estacionamento Rotativo Digital funcionará em caráter educativo até o próximo sábado (23). Até esta data, será cobrado apenas o valor do tempo em que o usuário permanecer na vaga, após os 15 minutos de gratuidade. O valor para 30 minutos é de R$1, 1h são R$2 e 2h são R$4.


A taxa de regularização será cobrada a partir da próxima segunda-feira (25). A cobrança será de forma gradativa, começará com o valor de R$10 e apenas no 4º mês de vigência será cobrado o valor total de R$22,96.

ESSENCIAL AR

"Arte é a Prática da Verdade, do Bem e do Belo, ou seja, Ética, Filosofia e Estética em todos os Âmbitos da Vida"    Massararu Taniguchi/Filósofo Japonês

Telefone Contato

31 988543133

email de contato
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram