• Fernand Lodi

Ipatinga recebe exposição inédita de Lorenzato



Com patrocínio da Usiminas, galeria do Centro Cultural Usiminas é a primeira do interior a receber acervo abrangente do artista mineiro


No ano em que se completa 120 do nascimento do artista Amadeu Luciano Lorenzato, datado de 19 de fevereiro conforme constam em registros de nascimento, a Galeria Hideo Kobayashi, do Centro Cultural Usiminas, recebe a Exposição “Lorenzato – 120 anos de um artista e franco atirador”.


A mostra, composta por obras da coleção do galerista Manoel Macedo e acervo da Usiminas, fica em cartaz até o dia 2 de maio, com visitação gratuita.



Com uma montagem inédita, esta é a primeira vez que a coleção de Manoel Macedo é exposta de maneira tão abrangente, talvez uma das coleções mais importantes de obras de Lorenzato.

A mostra é patrocinada pela Usiminas e realizada pelo Instituto Usiminas, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.


O público poderá conferir 78 obras entre pinturas, desenhos em cimento e papel e aquarelas, que mostram todas as fases e técnicas representativas da trajetória de Lorenzato.

No caso das obras do acervo da Usiminas é a primeira vez que são expostas ao grande público, exemplares de pinturas e aquarelas.


As elaboradas figurações de Lorenzato exploram temas e alegorias que vão dos retratos às paisagens – o céu, o campo, a cidade, as árvores -, revelando apuro na combinação de cores e uma síntese na articulação dos elementos pelo pincel.



Outra marca de Lorenzato está no acabamento de suas pinturas, com o uso do pente sobre a tela, sempre trazendo movimento e textura às obras. O resultado é uma variedade de céus povoando as telas.


A diretora do Instituto Usiminas, Penélope Portugal, salienta a importância de abrir a agenda de exposição da galeria de 2020 com obras deste artista tão renomado.


“Ficamos felizes em proporcionar à comunidade a oportunidade de apreciar um acervo precioso, de forma gratuita”, comentou a diretora.


Sobre Lorenzato


Desconhecido do público e pouco reconhecido pela crítica em vida, Lorenzato percorria Belo Horizonte a pé, buscando cenas da comunidade, quase como um cronista de sua época.



Num primeiro olhar, sua obra remete à arte popular, mas a obra de Lorenzato é erudita.

O homem de procedência simples, pintor de paredes, e que nunca tinha deixado sua cidade natal até 1920, se transformou em um cidadão do mundo ao se mudar para a Itália, fugindo com a família da epidemia de gripe espanhola que assolou Belo Horizonte.


Logo ao chegar, trabalhou na reconstrução da cidade de Asiero, destruída na Primeira Guerra Mundial, e em 1925, realizou sua primeira e única incursão em estudo formal de arte, na Reale Accademia delle Arti, em Vicenza, iniciando aí seu trabalho como pintor de cavalete.

Trabalhou na construção civil e em fábrica de artefatos durante a Segunda Guerra Mundial. Retornou ao Brasil em 1948, casado com uma italiana.


No navio, arrumou emprego em um hotel em Petrópolis, RJ, regressando pouco depois a Belo Horizonte.


Aposentou-se precocemente aos 56 anos, ao sofrer uma queda de um andaime. Daí em diante, passa a se dedicar totalmente à pintura.


Visitas mediadas


Ao visitar a exposição, o público vai receber mais informações da vida e obra de Lorenzato com a mediação de monitores da Ação Educativa do Instituto Usiminas, que conta com uma intérprete de Libras (Língua Brasileira de Sinais).



No ateliê educativo o visitante poderá fazer uma atividade prática.


A mediação com o público, tanto espontâneo quanto agendado, visa estabelecer um momento de diálogo, de inserção das obras em contextos possíveis, e fornecer acesso e subsídios para que as pessoas conheçam e reflitam sobre Arte e o universo que a circunscreve. As visitas podem ser agendadas pelo telefone: 31.3822.2215.


Serviço

19/2 a 2/5

Exposição “Lorenzato – 120 anos de um artista e franco atirador”

Manoel Macedo (MG)

Local: Galeria Hideo Kobayashi, Centro Cultural Usiminas

Visitação: terça a sábado, das 10h às 21h

Entrada gratuita

Mais informações: 31.3822.2215

ESSENCIAL AR

"Arte é a Prática da Verdade, do Bem e do Belo, ou seja, Ética, Filosofia e Estética em todos os Âmbitos da Vida"    Massararu Taniguchi/Filósofo Japonês

Telefone Contato

31 988543133

email de contato
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram