• Fernand Lodi

Israel, história e espiritualidade



Desde sempre Israel é um país controverso devido aos conflitos geopolíticos, culturais e religiosos, haja vista considerada como Terra Santa, e onde Jesus Cristo nasceu, viveu e padeceu, deixando sabedoria e conhecimentos sobre uma vida calcada na fé e num modo de vida altruísta e generoso


PARIS


A cidade luz, Paris, e uma antiga e fascinante amiga, onde já passei meses, semanas, réveillons e ir ao Continente Europeu sem passar pela cidade fica um vazio, ainda que por poucos dias para sentir sua atmosfera, seus aromas, flanar por suas ruas, cafés, compras na famosa e linda Galeries Lafayette Paris Haussmann, situada no luxuoso bairro Ópera, próxima ao Ópera Garnier, com todas as ruas ainda mais iluminadas para o Natal e vivenciar todo o seu esplendor. Paris é uma cidade para ver, rever e permanecer o máximo de tempo possível e por inúmeras vezes.





PLANETA CAIRO


Não era minha intenção passar pelo Cairo, capital do Egito, mesmo porque minhas experiências no norte da África não deixaram saudades. Porém, o Cairo tem sua importância para quem visita Israel e a Cidade Santa, Jerusalém, com muitos significados, onde Jesus residiu por alguns anos e conhecemos as três famosas pirâmides, construídas pelos egípcios em homenagem e honra aos faraós Quéops, Quéfren e Miquerinos, uma das 7 Maravilhas do Mundo Antigo, ainda existente, além da famosa Esfinge de Gisé.





No Cairo também inicia a história dos Judeus, onde nasceu Moisés, mas visitamos o Museu do Cairo, onde se encontram múmias, artefatos, sarcófagos, joias e objetos das vinte dinastias que governaram a Civilização Egípcia há mais de sete mil anos. Também é onde se encontra o antigo mural onde está a única evidência fora da Bíblia onde o povo de Israel é mencionado.


Atualmente um novo museu com arquitetura contemporânea está sendo finalizado.


A capital do Egito é uma das maiores e mais populosas cidades do mundo, situada no Saara, África, onde tudo parece estar sendo reconstruído num pós-guerra, isenta de plano diretor, um caos permanente que causa sensações extremas. Mas circulando pela cidade observa-se construções em estilo francês, inglês e bairros residenciais opulentos, palacetes em estilos de épocas diversificados, inclusive árabe.

É inconcebível que uma civilização cujo apogeu nas artes, conhecimento, astronomia, matemática, medicina e em todas as áreas, com riquezas incalculáveis possa retroceder de maneira tão absurdamente decadente e bizarra, haja vista que um cemitério de 8 Km corta a cidade e que se transformou no bairro Cidade dos Mortos, onde fizeram das tumbas moradias.




Posteriormente seguimos pela Península do Sinai, ainda no Egito, fazendo a trilha bíblica do Êxodo de Israel com destino à Tel Aviv, onde os judeus vagaram pelo deserto por 40 anos até chegar à Terra Prometida.


Passamos pelo Canal de Suez, pelo Oásis de Elim e Poço de Mara, margeando a costa do Mar Vermelho com seus luxuosos balneários para hospedagem em Santa Catarina onde está o Monte Sinai e foi realizada uma peregrinação até o topo do monte.


Ficamos hospedados num dos resorts mais belos entre as montanhas do Saara e próximo ao Mar Vermelho. Dias de paz, silêncio profundo e providencial.


ISRAEL


Em Tel Aviv, capital de Israel, cidade balneária no Mar Mediterrâneo sem muitos atrativos, mas com uma noite efervescente e borbulhante para quem está em busca de diversões comuns e insólitas, o que não era o nosso caso.


Nosso propósito era percorrer por lugares sagrados e passamos por Tiberíades Marítima, Tiberíades de Felipe, atravessamos o Mar da Galileia, visitamos os Montes Carmelo e da Bem Aventurança, Cafarnaum, todas com sítios arqueológicos, cidades romanas, Rio Jordão para renovar batismo e Mar Morto, com suas águas curativas até chegar em Jerusalém.





A cidade de Jerusalém é um dos locais mais relevantes do mundo justamente por ser a cidade sagrada de três religiões: cristianismo, islamismo e judaísmo. Em Jerusalém chegamos pelo Monte Scopus com uma vista panorâmica da cidade e onde houve uma celebração emocionante.





Como não poderia deixar de ser uma visita ao Monte das Oliveiras, Tumba de Maria, Jardim da Tumba, Santo Sepulcro, Casa de Caifás, Tanque de Betesda, Vale de Josafá, pela Porta dos Leões e percorremos as 14 estações da Via Dolorosa, passando pela Fortaleza Antônia, onde Jesus foi julgado para culminar no Muro das Lamentações para orações.





Posteriormente fomos à Belém, Nazaré e Jericó, localizadas na Palestina, onde visitamos o Campo dos Pastores e a Gruta da Natividade. Em seguida fomos à Genesis Land, chamada de tenda de Abraão para um café com frutas secas.


Jerusalém é uma das cidades mais antigas da humanidade e deveria ser um símbolo da tolerância e da busca pela paz — cristãos, muçulmanos e judeus consideram o local sagrado por abrigar símbolos que são pilares dessas religiões. Porém a realidade geopolítica revela o quanto ainda precisamos avançar para conquistar patamares mínimos de respeito e tolerância às diferenças.





Por esse motivo também, é um local alvo de tensões e disputa constantes entre israelenses e palestinos, já que ambos reivindicam o direito de a cidade ser nomeada a sua capital. Desde sua fundação Jerusalém passou por domínios estrangeiros, inclusive na Idade Média entre outros conflitos no Oriente Médio.


Atualmente o Estado de Israel considera a cidade de Jerusalém como sua capital, embora a comunidade internacional considere que a capital de Israel seja Tel Aviv. A questão do reconhecimento internacional de Jerusalém como capital de Israel é delicada, uma vez que a cidade também é reivindicada como capital da Palestina, Estado não reconhecido internacionalmente.


Uma cidade em que cada pedra e cada muro contam histórias milenares sobre a vida de Jesus Cristo e do território israelense com incontáveis e indizíveis peculiaridades, sensações e experiências que não se traduzem em palavras, mas através da espiritualidade.

ESSENCIAL AR

"Arte é a Prática da Verdade, do Bem e do Belo, ou seja, Ética, Filosofia e Estética em todos os Âmbitos da Vida"    Massararu Taniguchi/Filósofo Japonês

Telefone Contato

31 988543133

email de contato
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram