• Fernand Lodi

Jiboia de quase 2 metros encontrada em Ipatinga é recebida pelo Centro de Biodiversidade da Usipa



O Centro de Biodiversidade da Usipa (Cebus) recebeu, nesse domingo (27), uma jiboia (Boa constrictor) de aproximadamente 2 metros de comprimento.


Encontrada próxima à Estação Ferroviária Intendente Câmara, em Ipatinga, a cobra foi trazida pelo Corpo de Bombeiros Militar, um dos órgãos competentes responsáveis pelo encaminhamento de animais silvestres ao Cebus.


O animal apresenta boa saúde e aparentemente se alimentou há pouco tempo. Acredita-se que a serpente tenha chegado à região pelo trem.


“É comum recebermos cobras vindas pelos vagões. Mas geralmente são cobras menores, filhotes. Desse tamanho ainda não havia ocorrido”, afirma a bióloga do Cebus, Claudia Diniz.

A serpente, agora, está sob os cuidados da equipe do Cebus e do Programa de Reabilitação da Fauna sem Lar.


As jiboias têm ampla ocorrência no Brasil, porém a espécie da família Boidae presente em nossa região é a Jiboia Arco-Íris. São animais não-peçonhentos, semi-arborícolas, vivem em locais úmidos e abatem suas presas por constrição.


Os animais silvestres em situação de risco chegam ao Cebus por meio do Corpo de Bombeiros, Polícia de Meio Ambiente e outros órgãos competentes.


“Não recebemos animais diretamente de particulares, apenas dos órgãos ambientais competentes. E recomendamos à população que faça contato com esses órgãos para mais informações a respeito da captura e destinação desses animais”, explica Claudia.


Programa de Reabilitação da Fauna sem Lar


O trabalho de acolhimento, tratamento e reabilitação de animais silvestres em condições de risco faz parte do Programa de Reabilitação da Fauna sem Lar.


O programa é desenvolvido pelo Cebus, juntamente com o Instituto Estadual de Florestas (IEF), a Polícia de Meio Ambiente e a Associação Regional de Proteção Ambiental do Vale do Aço (Arpava).

  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram