• Fernand Lodi

Ponto Óptico Canaã – ANO 3



Em tempos distintos, relevantes são os legados deixados por homens que continuarão vivendo em nossas memórias


Homens notáveis, na Região do Vale do Aço tiveram e permanecem tendo seu palco. Negar que homens deixaram sua marca em solo aço, seria um equívoco. Relembrar os seus feitos é sim, uma forma de imortalizá-los, junto com suas contribuições para o desenvolvimento da sociedade e o bem comum.


Obviamente que estamos falando do grande homem e empresário Fernando Fonseca, tanto como ser humano de quilate incomensurável, como empreendedor ousado, memorável, que se manteve em constante aprendizado e buscando caminhos para seus negócios, ou seja, realizar, fazer e executar, buscando soluções com maestria para que eles sejam lucrativos e satisfatórios, construindo o excelente perfil que o nome Ponto Óptico reflete e reverbera.


Sua alma gêmea, Fátima Salles Fonseca compartilhou de todos os momentos, fases, diretrizes, soluções, investimentos como sócia proprietária do Ponto Óptico, e, com certeza tem muito a nos contar sobre essa bela e importante trajetória de vida e de empreendedorismo pujante.



Mas constatamos nas lembranças, imagens, gestos, olhares a profundidade de muitas histórias de um legado, cuja glória continuará se projetando e perpetuando através da não menos empreendedora, muito pelo contrário, de Fátima Salles Fonseca.


Fátima, ainda que saudosa e nostálgica celebrou os três anos da loja no Bairro Canaã, em Ipatinga de maneira intimista, porém com a força e dignidade de uma mulher empreendedora vitoriosa e virtuosa.


Fomos honrados em participar de mais essa comemoração e de estar entre os melhores amigos da Família Salles Fonseca. Uma imagem do notável e inestimável amigo Fernando Fonseca, confeitos e orações foram a maneira de brindar, homenagear e externar a gratidão de Fátima Salles Fonseca à sua alma gêmea, bem como ao bem sucedido legado que ele deixou a ela e aos familiares.