top of page
  • Foto do escritorFernand Lodi

Proerd realiza formatura de mais de 500 crianças em Coronel Fabriciano e Timóteo



Com o apoio da Fundação Aperam Acesita, a formatura encerra atividades do semestre em escolas das redes de ensino pública e particular dos municípios


O Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) formou mais de 500 alunos das redes públicas e privadas de ensino de Coronel Fabriciano e Timóteo, que participaram da iniciativa no segundo semestre.


Além dos estudantes e seus familiares, educadores e representantes das instituições parceiras estiveram presentes.


O Proerd é desenvolvido há 19 anos pela Polícia Militar com os alunos que cursam o 5º ano do Ensino Fundamental e tem o objetivo de beneficiar os alunos com informações e habilidades necessárias para viver de maneira saudável, sem drogas e violência.


O programa propõe aos alunos uma reflexão para fazerem escolhas com sabedoria, pensando nos riscos e nas consequências, para decisões seguras e com responsabilidade.


Luiz Carlos Ribeiro Magalhães, gerente executivo de Segurança Patrimonial e Shared Service e diretor administrativo da Fundação Aperam Acesita, reforça que o Proerd se torna uma referência para os jovens.


“Os participantes permanecem construindo uma história de vida longe das drogas e da violência e se tornam protagonistas positivos, orgulho para familiares, escola e comunidade”, detalha. “A contribuição da Fundação Aperam Acesita consiste em um importante suporte para a sinergia de parceiros do programa. Desta forma, as aulas são aplicadas com tranquilidade, em especial, a solenidade de formatura”, completou.


19 anos de parceria


Em Timóteo, a formatura do Proerd foi realizada na última quarta-feira (6/12), no Ginásio Coberto Iorque José Martins, no Centro, pela 85ª Companhia de Polícia Militar de Minas Gerais, com a presença de mais de 1.000 pessoas.


Há 19 anos, desde a criação do programa, a Fundação Aperam, Superintendência Regional de Ensino de Cel. Fabriciano e a Prefeitura de Timóteo atuam como parceiras no acompanhamento e realização da formatura.


No decorrer do desenvolvimento do Programa mais parceiros passaram a fazer parte da iniciativa, como a Fundação Emalto, o Rotary Club de Acesita e, em 2023, a Casa de Artes e Inclusão Social (CAIS).


O Comandante da 85ª Cia. de Polícia Militar, Major Maciel Silva Oliveira, ressaltou que o Proerd empodera os estudantes com ferramentas que lhes permitam evitar influências negativas.


“A parceria da Fundação Aperam Acesita é fundamental na logística, organização da formatura e intermediação entre parceiros. Além disso, fornece todo suporte necessário na elaboração de materiais alusivos ao programa. Temos a tranquilidade para desenvolver o Programa nas escolas do município de Timóteo”, informou.


Parceira estendida


Pela primeira vez, Coronel Fabriciano passou a contar com o apoio da Fundação Aperam para a realização da formatura.


O evento foi promovido pela 58ª Cia. de Polícia Militar de Minas Gerais, no dia 30/11, no Ginásio Coberto do Colégio João Calvino, no bairro Todos os Santos, reunindo um público de aproximadamente 300 pessoas.


Também contou com os parceiros Casa de Artes e Inclusão Social (CAIS), Colégio João Calvino, Rotary, Conselho Comunitário de Segurança Pública (Consep) de Coronel Fabriciano e Prefeitura de Cel. Fabriciano.


Segundo o comandante do 58º Batalhão de Polícia Militar de Minas Gerais, Tenente Coronel Fabrício Pereira Silva, com o Proerd, os jovens aprendem a lidar com as tensões do dia a dia.


“São trabalhadas questões sobre o bullying e a violência de uma maneira geral, incentiva o altruísmo e a ajuda mútua, a comunicar de maneira confiante e eficiente e, dessa forma, se tornar cidadão seguro e responsável”, informou.


“Com o apoio da Fundação Aperam o planejamento e execução do programa, em especial nas formaturas, aliada a capacidade da empresa de envolver outros órgãos e pessoas é fundamental”, frisou.


“Desde o início do primeiro governo do prefeito Dr. Marcus Vinicius o programa é realizado em Coronel Fabriciano. Trata-se de um projeto de aprendizagem que, além de ensinar a combater as drogas, ensina lições de ética, o que é de grande importância para as crianças do município”, comentou o secretário de governança educacional da Prefeitura de Coronel Fabriciano, Carlos Alberto Serra Negra.

Kommentare


  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
bottom of page