top of page
  • Foto do escritorFernand Lodi

Projeto Agregando Arte prepara exposição para abril




Mary Design, cujas peças integraram figurinos de novelas e editoriais de moda, é curadora da mostra; primeiro encontro com alunas do projeto foi na última segunda, 5


O Projeto Agregando Arte se prepara para a exposição das peças produzidas pelas alunas no curso de formação que ensina a criar artesanato com o agregado siderúrgico, coproduto gerado pela indústria na fabricação do aço.


Na última segunda-feira (05/02), o projeto recebeu a visita da designer e curadora da exposição, Mary Arantes, fundadora da marca Mary Design. A mostra está prevista para abril deste ano, no Foyer do Centro Cultural Usiminas.


O projeto Agregando Arte é realizado pela artista plástica Rosane Dias, com patrocínio da Usiminas e apoio do Instituto Usiminas, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura. 


A iniciativa promove a capacitação técnica, posicionamento profissional, geração de trabalho e renda, estimulando a economia criativa da região.


Os preparativos para a exposição começaram com as aulas de “Criação de Coleção”, conforme explica Rosane Dias.


“Mergulhamos em diversas inspirações e também no universo criativo da Mary Design, sua trajetória tão linda e original, que começou com as cores e formas do que via em sua infância e, logo depois, ganhou o mundo. Com toda a sua experiência, Mary tem muito a contribuir com o nosso curso, além de uma visão estética muito apurada ela ainda compartilhou sobre sua visão comercial, dicas muito preciosas para todas nós”, completa a artista plástica.


Curadoria


Mineira do Vale do Jequitinhonha, a designer Mary Figueiredo Arantes teve sua marca de bijuterias, Mary Design, por 34 anos, sendo reconhecida no país e no exterior e com peças no figurino de novelas e editoriais de moda.


Participou da Bienal de Design em Curitiba, do Design Week em Milão, de exposições pela Inglaterra e na Exposição 500 Anos do Brasil na Pinacoteca de São Paulo. Foi diretora criativa do Minas Trend, evento de moda promovido pela Fiemg. É escritora e pesquisadora da Arte Popular Brasileira.


Assinando a curadoria da exposição do Agregando Arte, Mary compartilhou sua experiência e trajetória durante uma roda de conversa com as alunas do curso de formação do projeto, além de avaliar e direcionar as coleções criadas para a mostra.


“É preciso usar da imaginação com o pouco que temos quando começamos. Enriquecer o repertório olhando para o que está a nossa volta, nossa própria cultura, mas também visitar lojas, exposições, folhear revistas, pesquisar pintores e outros artistas vão nos ajudando a encontrar a direção para as criações. Arte não é fácil para ninguém, é necessário ter persistência e buscar nichos de mercado para descobrir possibilidades de venda das criações”, frisou Mary.


Projeto Agregando Arte


Para aprender a utilizar o agregado siderúrgico como matéria-prima, as alunas do projeto recebem aulas e atividades teóricas e práticas, sempre sendo estimuladas a relacionar o agregado siderúrgico com a cultura local, para criar produtos artesanais originais e sustentáveis.


O curso trouxe abordagens que vão desde a identificação com a cultura e identidade territorial, passando pelas técnicas de preparação, pigmentação e utilização do agregado siderúrgico, sensibilização para o design até a parte do empreendedorismo.


Em parceria com o Sebrae Minas será oferecido também treinamento de controle financeiro e atendimento ao cliente.

コメント


  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
bottom of page