• Fernand Lodi

Projeto da CENIBRA orienta mães e pais sobre cuidados com o bebê



Dezenas de casais participaram do Projeto Cegonha da CENIBRA


Alegria e apreensão são sentimentos que fazem parte da rotina do casal que aguarda o nascimento do bebê, pois a gravidez desencadeia uma série de mudanças na vida conjugal.

Do início da gestação ao parto, corpo e mente passarão por transformações que afetarão a saúde física e mental do pai e da mãe.


Novas responsabilidades surgem e cuidados diários devem ser observados para que a gestação do bebê seja segura, bem como o pós-parto.


Por isso, sempre atenta ao bem-estar dos empregados, a CENIBRA realizou, na última quarta-feira, 12/5, a segunda edição online do Projeto Cegonha, iniciativa que oferece orientações sobre gravidez, cuidados com o recém-nascido, parto, amamentação e vários outros temas relacionados ao nascimento da criança.


Empregados e seus cônjuges participaram de lives realizadas com profissionais de saúde, como médico, nutricionista, psicóloga, fonoaudióloga, enfermeira e dentista.


E não foram apenas os casais prestes a receberem a visita da cegonha que puderam acompanhar a programação diversificada do evento.


Mães e pais de recém-nascidos também tiveram a oportunidade de participar e esclarecer dúvidas com os profissionais.


A coordenadora de Desenvolvimento Organizacional da CENIBRA, Yara Furbino, explicou que o Projeto Cegonha faz parte do Programa Qualidade de Vida Vivendo Melhor e é uma das várias iniciativas da Empresa para cuidar do bem-estar do empregado.


“Para cada etapa da vida dos empregados e de seus familiares, a CENIBRA possui um projeto específico. A Empresa faz questão de estar ao lado dos trabalhadores em todos os momentos”, ressaltou.


Sônia Silva, psicóloga e analista de Recursos Humanos, ministrou a palestra “Aspectos Psicológicos na Gestação”, na qual abordou as emoções e os sentimentos por que passam o casal durante e após a gestação.


Segundo ela, dentre os riscos mais preocupantes, está a depressão pós-parto, doença psiquiátrica caracterizada por profunda tristeza, desespero e falta de esperança.


“Se você tem depressão pós-parto, o tratamento imediato pode ajudar a gerir os seus sintomas e desfrutar de seu bebê. Depressão pós-parto não é uma falha de caráter ou uma fraqueza”, explicou.


Antes de ser dada à luz, Beatriz, filha recém-nascida do empregado Gabriel Miranda, foi alvo de constante acompanhamento médico-hospitalar, pois a mãe, Eva Vilma, estava sujeita a ter grandes variações nos níveis hormonais por causa de um tratamento de saúde anterior à gravidez.


Mas, no fim das contas, tudo deu certo. “Graças ao plano de saúde da CENIBRA, tivemos acesso aos melhores tratamentos e profissionais disponíveis na região e o nascimento da Bia foi como esperávamos.


Agora, com o Projeto Cegonha, tivemos a chance de aprender um pouco mais sobre os cuidados que devemos ter com a nossa bebê”, conta o empregado.