top of page
  • Foto do escritorFernand Lodi

Recompondo a Aprendizagem: projeto beneficiou mais de 80 crianças em Timóteo



Iniciativa realizada pela Fundação Aperam Acesita e CMDCA de Timóteo promoveu atendimento personalizado a estudantes de duas escolas municipais


O projeto “Recompondo a Aprendizagem II” foi concluído na última semana pela Fundação Aperam Acesita, com cerimônias de encerramento nas escolas municipais Ana Moura e Virgínia de Souza Reis.


A iniciativa beneficiou 80 alunos, com idade entre 6 e 10 anos, e é fruto de uma parceria firmada com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Timóteo (CMDCA) e da Secretaria Municipal de Educação de Timóteo.


Durante 11 meses, em um espaço de atendimento personalizado em cada uma das escolas, os alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental contaram com o apoio de uma equipe de profissionais com perfil alfabetizador, visando impulsionar o processo de ensino e aprendizagem para o alcance das habilidades não consolidadas conforme o período escolar e idade do aluno.


“A Fundação Aperam Acesita entende a educação como meio para transformar a sociedade. Com parcerias consolidadas entre CMDCA, Prefeitura de Timóteo, escolas, pais e alunos conseguimos alcançar resultados positivos. Para nós, o Recompondo a Aprendizagem foi mais uma iniciativa que deu muito certo, pois cumprimos a nossa missão de contribuir para a melhoria da qualidade do ensino”, declarou o presidente da Fundação Aperam Acesita, Venilson Vitorino.


Geovane Pereira Gomes, pai do aluno da Escola Municipal Ana Moura, Pedro Henrique Pereira Souza, de 8 anos, não acreditava que o resultado pudesse ser tão satisfatório em pouco tempo.


“Meu filho precisava de ajuda e nós não sabíamos o que fazer para ajudá-lo com as tarefas. Em pouco tempo ele desenvolveu muito e agora ele faz tudo sozinho. Só temos a agradecer”, contou. “Eu ficava muito nervoso de não conseguir ler. Agora o que mais gosto de fazer é ler tudo que vejo pela frente”, completou Pedro Henrique.


Samuel Sócrates Sousa Sampaio, de 7 anos, aluno do 2°ano da Escola Municipal Virginia de Sousa Reis entrou no projeto com dificuldade de desenvolver a leitura, segundo a mãe do estudante, Geneiza Sampaio Ramalho Sousa.


“O avanço do Samuel foi significativo. Além dele aprender, ele também demonstrou mais alegria para ir pra escola. É muito gratificante ver que nossos filhos gostam do ambiente escolar”, detalhou. “As professoras nos ensinaram a ler melhor e a melhorar a nossa escrita. Isso deixa a gente muito feliz de estudar”, contou Samuel.


“Os resultados mostram o quanto temos que celebrar um projeto como esse. É de suma importância para a vida escolar de cada criança participante, para crescer e desenvolver. Eles vão levar para a vida inteira. Estamos muito orgulhosos de vê-los avançando e tenho certeza que as famílias também. Essa é mais uma iniciativa que contribui com o avanço no processo de formação e educação de qualidade da nossa cidade”, enfatizou o vice-prefeito e secretário de Educação de Timóteo, José Vespasiano.

 

 

Comments


  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
bottom of page