• Fernand Lodi

“Thácht”, do Armatrux, volta ao Teatro do Centro Cultural Usiminas



Programação da semana do Instituto Usiminas apresenta também segundo encontro do curso formação para educadores e arte-educadores


Neste sábado (30/10), às 20h, o grupo Armatrux (BH) volta ao Teatro do Centro Cultural Usiminas para apresentar a tragicomédia musical “Thácht”.


O espetáculo abre a turnê de comemoração dos 30 anos do grupo. No início deste mês, o Armatrux trouxe o espetáculo “A Banda” para o Teatro do Centro Cultural Usiminas.


As apresentações têm o patrocínio da Sada e realização do Instituto Usiminas, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais.


Com execução ao vivo de peças para piano e violino, e muito humor ácido, “Thácht” aborda fragmentos da vida de Rafa e Rufo, artistas de variedades que vivem de suas recordações.


Os dois cômicos desenvolvem um diálogo, usando de forma única a musicalidade nas palavras e instigando o imaginário do espectador.


O espetáculo conta também com a participação da diva transformista Siboney, uma cantora que ganha vida a partir das memórias da dupla e da curiosa presença de uma mulher de um atirador de facas.


Os ingressos já estão à venda pelo site Eventim: Plateia R$50 (inteira) R$25 (meia) | Balcão R$30 (inteira) R$15 (meia). Acesse a página do Instituto Usiminas no site Eventim pelo link: https://bit.ly/ingressosIU.


Educar e brincar


O segundo encontro do curso “O brincar como modo de estar no mundo: educar e brincar, na vida e na escola”, com o Coletivo Aqui que a gente brinca (SP), será na próxima quinta (28/10).

O curso propõe um olhar para aspectos do brincar que constituem a própria vida e para a escola como lugar potente de expressão destes gestos.


O coletivo “Aqui que a gente brinca!” é formado por artistas educadoras engajadas em pautas afirmativas por infâncias mais lúdicas na cidade. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo: sympla.com/educativoinstitutousiminas.


O curso encerra a temporada de 2021 dos cursos do Programa de Formação de Professores e Arte-Educadores do Instituto Usiminas, que contou com quatro cursos divididos em dois encontros cada, somando 16 horas de capacitação ofertada a cerca de 200 professores alcançando 120 cidades de diferentes estados brasileiros, além de Lisboa (Portugal).