• Fernand Lodi

Usiminas formaliza participação no Pacto Global da ONU



Em mais um importante passo de sua estratégia de sustentabilidade, a Usiminas formalizou nesta quarta-feira, (14/4), sua adesão ao Pacto Global da ONU (Organização das Nações Unidas).


A iniciativa é um compromisso proposto pela Organização para estimular as empresas a alinharem sua atuação de modo a promover o crescimento sustentável, estimulando a sociedade a atingir objetivos de desenvolvimento sustentável até 2030.


A adesão é voluntária e, como participante do pacto, a Usiminas se compromete com temas como preservação ambiental, diversidade e inclusão, combate ao trabalho escravo e infantil, entre outras práticas.


Atualmente, o Pacto Global é a maior iniciativa de sustentabilidade corporativa do mundo, com mais de 16 mil membros, entre empresas e organizações, distribuídos em 69 redes locais, que abrangem 160 países.


Ao integrar o Pacto Global, a Usiminas também assume a responsabilidade de contribuir para o alcance dos 10 princípios universais da ONU e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).


Para marcar a adesão, o presidente da companhia, Sergio Leite se uniu ao diretor executivo do Pacto Global, Carlo Pereira e à diretora de Pessoas, Marketing, Comunicação e Sustentabilidade da B3, Ana Buchaim, para uma live com os colaboradores. O objetivo é engajar as equipes na construção de uma operação cada dia mais alinhada aos objetivos do Pacto.


Leite lembra que, há alguns anos, a Usiminas já vem debatendo os caminhos para a perenidade de seus negócios e a necessidade de construir diariamente e de maneira coletiva de uma ação ativa da companhia como agente de desenvolvimento econômico e social.


“Hoje, posso dizer que registramos um avanço importante nessa trajetória do compromisso da Usiminas com o Pacto Global da ONU. Já tínhamos uma agenda de sustentabilidade forte e uma ação social que remonta ao início de nossas operações. E, ao assumirmos mais esse compromisso público, ampliamos nossa visão, essa agenda ganha ainda mais força e se torna uma meta da companhia ao longo dos anos”, afirma o presidente.


Agenda ESG


A Usiminas está comprometida com a pauta ESG (sigla em inglês para Social, Meio Ambiente e Governança) e vem estabelecendo diversos indicadores e metas relacionadas ao tema.


Entre outras iniciativas, nos campos da Diversidade e Inclusão, e meio ambiente, a empresa pretende atingir o percentual de 10% de presença feminina na área industrial até o próximo ano e vai realizar inventários de emissão de CO2, seguindo o padrão GEE, além de, também, participar do CDP (Carbon Disclosure Project).


A empresa tem, ainda, a meta de, na Mineração Usiminas, efetivar a migração da disposição de rejeitos para o processo de filtragem e empilhamento a seco ainda em 2021, seguida da descaracterização da Barragem Central, única estrutura de barragem no modelo convencional, ainda em operação, no primeiro trimestre do próximo ano.


De acordo com o gerente-geral de Sustentabilidade da Usiminas, André Chaves, a empresa vem em um esforço contínuo para se integrar cada vez mais à agenda ESG e, ao mesmo tempo, criar condições para que as partes interessadas possam acompanhar a evolução do tema na companhia.


“Estamos com uma agenda de sustentabilidade intensa para este ano. Teremos a definição clara de métricas para mensurar nossos objetivos e iniciativas que permitam aos nossos stakeholders serem devidamente informados desses avanços. Nesse sentido, será lançada página específica sobre o tema no site da empresa, assim como o nosso Relatório de Sustentabilidade 2020”, afirma.


Para marcar o novo passo da companhia em seu compromisso com a sustentabilidade, será plantada uma árvore nativa para cada participante da live realizada hoje.


Sobre a Usiminas


A Usiminas é líder no mercado brasileiro de aços planos e um dos maiores complexos siderúrgicos da América Latina. A companhia conta com unidades industriais e logísticas localizadas em seis estados do país e está presente em toda a cadeia siderúrgica – da extração do minério, passando pela produção de aço até sua transformação em produtos e bens de capital. Possui, hoje, o maior e mais inovador Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em siderurgia da América Latina.


O avanço registrado pela siderúrgica nos últimos anos garante inovação, tecnologia e qualidade em todas as linhas de produção, e permite à empresa oferecer ao mercado um portfólio diversificado, com destaque para produtos e serviços de alto valor agregado.


Por sua gestão ambiental, a Usiminas foi a segunda siderúrgica do mundo certificada com a ISO14001, gerando maior produtividade com menor consumo. A companhia contribui ainda para o desenvolvimento das comunidades onde atua, por meio do Instituto Usiminas e da Fundação São Francisco Xavier, oferecendo projetos nas áreas de saúde, educação, cultura, esporte e desenvolvimento social. As ações da Usiminas são negociadas nas bolsas de valores de São Paulo, Nova Iorque (ADR nível I) e Madri.