• Fernand Lodi

Diga não ao Aborto. Vida é Arte



Os promotores da cultura da morte estão aproveitando a pandemia e as novas circunstâncias e dinâmicas nos processos legislativos para fazer avançar a pauta do assassinato de bebês no ventre materno, também conhecida como aborto.


Dois projetos de lei cujo conteúdo prevê a ampliação dessa prática nefasta poderão ser aprovados hoje.


Precisamos agir agora antes que seja tarde!


Antes de explicar o que está ocorrendo, gostaria de esclarecer que no final deste texto você encontra dois vídeos com que contêm explicações mais detalhadas sobre o tema desta mensagem.


Desde o início da pandemia, surgiram em todo o mundo iniciativas para legalizar ou ampliar a prática do aborto. Os defensores da cultura da morte estão se aproveitando da mudança de dinâmica nos processos legislativos para aprovar a toque de caixa projetos de lei repletos de armadilhas linguísticas e eufemismos.


Tanto o PL 1552 quanto o PL 1444 têm a pretensão de, aproveitando as brechas abertas pela Lei Cavalo de Tróia em 2013, criar um esquema de financiamento para um ABORTODUTO no Brasil, que promova a prática do aborto em uma primeira etapa e, em uma etapa posterior, a legalização oficial do aborto no Brasil.


Assine a campanha para pedir a retirada de pautada desses dois projetos.


Alguns parlamentares têm dito que os projetos não dizem respeito ao aborto simplesmente porque não mencionam a palavra “aborto”. Ora, trata-se de uma atitude ingênua (para dizer o mínimo), pois há muitos anos os promotores da cultura da morte trabalham justamente a partir de brechas na legislação, valendo-se do uso de linguagem ambígua para legitimar a prática do assassinato de bebês no ventre materno.


Porém, há alguns que falam de forma escancarada sobre a verdadeira intenção estratégia usada nesses projetos. É o caso, por exemplo, do Dr. Olímpio, presidente da FEBRASGO, que fala abertamente sobre a estratégia (ver vídeo abaixo).


Acrescente seu nome. Envie um e-mail aos deputados para pedir que os PLs 1444 e 1552 sejam retirados de pauta.


Aqueles falam tanto em preservação da vida não perdem nenhuma oportunidade para fazer avançar sua agenda da morte.


Desta vez, usam a pandemia e os terríveis casos de violência contra a mulher para tornar mais fácil a matança de bebês. E com uso de dinheiro dos pagadores de impostos, ou seja, o seu dinheiro!


Assine agora a campanha para enviar um e-mail aos deputados.


Guilherme Ferreira e toda a equipe da CitizenGO


Mais informação:

Explicação detalhada sobre a situação:

https://padrepauloricardo.org/episodios/abortoduto-eles-sabem-o-que-querem

Fala do Dr. Olímpio:

https://www.youtube.com/watch?v=bH5S6pt5tkw


A CitizenGO é uma comunidade de cidadãos ativos que trabalha para garantir que a vida humana, a família e as nossas liberdades sejam respeitadas em todo o mundo.


Os membros da CitizenGO estão espalhados por diversas nações ao redor do mundo. Nossa equipe está espalhada por 16 países em 5 continentes e opera em 12 idiomas. Saiba mais sobre a CitizenGO aqui ou siga-nos no Facebook ou Twitter.


Se você não deseja receber e-mails do CitizenGO, clique neste link. Para garantir que as mensagens da CitizenGO cheguem à sua caixa de entrada, adicione peticoes@citizengo.org ao seu catálogo de endereços. Para alterar seu endereço de e-mail, idioma ou outra informação pessoal, entre em contato consoco. Para entrar em contato com a CitizenGO, não responda a este email. Em vez disso, escreva-nos em citizengo.org/pt-br/contact

ESSENCIAL AR

"Arte é a Prática da Verdade, do Bem e do Belo, ou seja, Ética, Filosofia e Estética em todos os Âmbitos da Vida"    Massararu Taniguchi/Filósofo Japonês

Telefone Contato

31 988543133

email de contato
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram