top of page
  • Foto do escritorFernand Lodi

Fundação Aperam lança projeto Mãos na Terra



Iniciativa vai oferecer gratuitamente oficinas de cultivo de plantas diversas para pessoas idosas de Timóteo


O Projeto Mãos na Terra foi lançado na tarde da última quinta-feira (25/04), no Grêmio da Associação dos Aposentados e Pensionistas de Timóteo (AAPT). A iniciativa é realizada pela Fundação Aperam Acesita em parceria com o Conselho Municipal da Pessoa Idosa de Timóteo e Prefeitura de Timóteo.


Cerca de 200 pessoas, entre participantes do projeto, representantes da Prefeitura de Timóteo, do Conselho Municipal da Pessoa Idosa e de outras organizações parceiras da Fundação Aperam Acesita, prestigiaram o evento de lançamento do Projeto.


O encontro foi conduzido pela intervenção teatral com o grupo Dama Espaço Cultural, que em forma de roda de conversa, trouxe referências sobre a importância da relação com a natureza.


O projeto Mãos na Terra vai oferecer gratuitamente oficinas de cultivo de plantas diversas para 100 pessoas idosas, no Centro de Educação Ambiental da Aperam – Oikós. O objetivo é proporcionar aproximação da natureza e interação intergeracional e social.


Durante seis meses, os participantes terão atividades teórico-práticas sobre o cultivo de hortaliças, flores chás, temperos e ainda, serão encorajados e apoiados a desenvolverem a prática em suas casas e em outros espaços na comunidade.


“Incentivar o envelhecimento com tempo de qualidade é mais uma importante premissa da Fundação Aperam Acesita para o desenvolvimento das pessoas e nossa cidade. Promover  interação, proporcionar aprendizados e boas experiências é o que almejamos com o público do Projeto Mãos na Terra. E temos a alegria de poder fazer projetos como este por meio de parcerias fortalecidas com o Conselho Municipal da Pessoa Idosa, Prefeitura de Timóteo e Associação dos Aposentados”, enfatizou Venilson Vitorino, presidente da Fundação Aperam Acesita.


Moradores do bairro Macuco, em Timóteo, o casal Francisco Isidorio da Costa, 73 anos, e Maria Aparecida Samora Costa, 62 anos, saíram do evento de lançamento com muitos planos para o início das atividades.


“Temos uma horta em casa, mas sempre cultivamos de forma muito rudimentar. Minha esposa se inscreveu e me convidou para, juntos, aprender e fazer mudanças nas áreas verdes de casa”, comentou Francisco.


“Eu gosto muito de paisagismo. Estou ansiosa para aprender muitas técnicas e cultivar plantas, flores e frutas da maneira correta”, completou Maria Aparecida.


Parcerias fortalecidas


A presidente do Conselho Municipal da Pessoa Idosa de Timóteo, Lilian Araújo, lembrou da responsabilidade constante do colegiado de fortalecer as políticas públicas para as pessoas idosas. “Temos vários projetos em andamento e já trabalhamos para outros que virão.


O Mãos na Terra será muito especial, pois plantar faz parte da nossa cultura na cidade”, disse Lilian. O prefeito de Timóteo, Douglas Willkys, abriu sua fala contando sobre o quanto o cultivo de plantas se tornou um aprendizado diário na sua vida. “Para preservar o que cultivamos, precisamos ter paciência e tirar com cuidado aquelas plantinhas que brotam no mesmo vaso, assim como o que temos de mais valioso e os desafios diários em nossas vidas. Que o Mãos na Terra proporcione momentos de troca de experiências, aprendizado e cultivo de amizades, bons relacionamentos”, encerrou o prefeito.

Comments


  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
bottom of page