• Fernand Lodi

Usiminas - Solenidade de retomada operações do alto-forno 1


Evento histórico com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro, governador de MG, Romeu Zema, Marco Polo de Melo Lopes, do IAB, Célio Faria Júnior, assessor-especial da Presidência, Augusto Heleno, chefe de gabinete de Segurança Institucional, Marcelo Álvaro Antônio, Ministro do Turismo, Bento Albuquerque, Ministro de Minas e Energia e Braga Neto, chefe da Casa Civil e demais autoridades


A Usiminas retomou oficialmente, nesta quarta-feira, 26 de agosto, a operação do alto-forno 1 da Usina de Ipatinga. O equipamento tem capacidade de produção de cerca de 2 mil toneladas diárias de ferro gusa. A aciaria 1 da unidade também foi retomada, ampliando a produção de aço bruto na planta.


O acontecimento se desdobra em vários aspectos, demonstrando o alinhamento do Presidente da Usiminas, Sérgio Leite com os ideais do Presidente Jair Bolsonaro no que tange “ECONOMIA E VIDAS” como inseparáveis e imprescindíveis, além da alta popularidade que o Presidente da república arrebanha na Região do Vale do Aço, tendo em vista ovações na sua chegada, indo de encontro ao povo para selfies e cumprimentos calorosos, fazendo acontecer uma grande festa popular, em Ipatinga.



Com peculiar e irretocável fleuma o Presidente da Usiminas Sérgio Leite recebeu as autoridades federais e estaduais, acompanhadas do Presidente Jair Bolsonaro, que durante a solenidade declararam unanimes a relevância da retomada do alto forno 1, registrando em Minas Gerais o primeiro ato e ação na decantada e propalada discussão “O Mundo Pós Pandemia”.


Sérgio Leite, presidente da Usiminas, fez um discurso bastante otimista e eloquente. “Esse religamento tem um significado especial para nós, por marcar a confiança da Usiminas no futuro. O ponto mais agudo da crise, vivido em abril, ficou para trás e diversos indicadores sinalizam para uma retomada gradual da economia ao longo do segundo semestre e do próximo ano”, avaliou.



O Presidente Jair Bolsonaro declarou que a siderúrgica Usiminas é "UM ORGULHO NACIONAL", lembrando que a retomada do alto-forno 1 faz parte do processo de recuperação econômica do país na geração de trabalho e renda, entre outros relatos inegavelmente positivos de sua gestão num momento complexo para o Brasil e o mundo.


"A tendência era de que a economia brasileira crescesse 3% este ano, mas veio o imprevisto. Só que o governo fez a sua parte. O Brasil foi um dos países que melhor lidou com estas questões", declarou Presidente da República.


O Governador de Minas Gerais, também aliado e alinhado às premissas do Presidente da República declarou que os desafios em Minas Gerais são inúmeros, mas que com o apoio do governo federal e com uma gestão austera tem realizado projetos de grande relevância para o estado.



Entre as principais autoridades regionais estavam presentes o Presidente da Aperam South America, Frederico Ayres e o Presidente da Cenibra, Kazuhiko Kamada, duas grandes empresas âncoras de inestimável relevância para Minas Gerais e para o Brasil.


Após a solenidade, onde fomos recebidos pelo Presidente da Usiminas Sérgio Leite, sua amável e afável filha Maitê Leite e equipe da Diretoria de Comunicação, sempre gentil e cordial, as autoridades Federais, Estaduais e Municipais, foram remanejados para um almoço de confraternização.



Vale ressaltar que todos os fornecedores do grande evento foram selecionados com maestria pela Diretoria de Comunicação da Usiminas com ênfase naqueles existentes na Região do Vale do Aço, incentivando e apoiando o trabalho e renda na região.


A Interior Designer Keila Guimarães preparou o palco para a solenidade com beleza e sobriedade e a decoração do almoço com adequação à simplicidade que o Presidente Jair Bolsonaro aprecia.


O Cerimonial da Presidência obteve o imprescindível apoio do Cerimonial especialista em autoridades políticas da região, entre outras capacitações de Francisco Neto, que atuou com sua reconhecida classe e elegância com todos os participantes.



O almoço foi assinado pelo Buffet Prima Pasta, atendendo todas as solicitações presidenciais com a típica cozinha mineira, serviço à La Carte. Na ocasião foram selecionados colaboradores do Alto Forno 1 para participar do almoço, por solicitação do Presidente da República.


Durante o almoço o Presidente Jair Bolsonaro, General Augusto Heleno e o Governador Romeu Zema cumprimentaram a proprietária e Chef do Buffet Prima Pasta, Cristina Lodi Dias, bem como toda a equipe e foi um festival de selfies como é do hábito do Presidente Bolsonaro, além de fotografados pelo Cerimonial da Presidência, onde as imagens podem ser encontradas no album do Palácio do Planalto (https://www.flickr.com/photos/palaciodoplanalto/albums/72157715643365791).



Em operação desde 1962, quando foi inaugurado pelo então presidente da República João Goulart, o AF1 é um símbolo da Usiminas e do crescimento econômico e social da região do Vale do Aço. Da primeira corrida até a paralisação em abril, o alto-forno 1 produziu cerca de 31 milhões de toneladas de gusa.


O religamento atual marca o início da 9ª campanha do forno.


Desde o início da pandemia, a Usiminas se preparou e adotou medidas de adequação a um cenário de retração rápida e significativa da economia. Agora, a empresa retoma, de maneira ágil e segura, as operações do AF1 da Usina de Ipatinga.


Para o presidente da Usiminas, Sergio Leite, a retomada do alto-forno 1 é também uma mensagem de otimismo e que reforça o compromisso com a perenidade da companhia e o desenvolvimento do país.



"Esse religamento tem um significado especial para nós por marcar a confiança da Usiminas no futuro. O ponto mais agudo da crise, vivido em abril, ficou para trás e diversos indicadores sinalizam para uma retomada gradual da economia ao longo do segundo semestre do próximo ano", avalia Leite.


A expectativa em relação à retomada da economia é reforçada pelo setor siderúrgico, conforme aponta indicador do Instituto Aço Brasil, entidade que reúne as principais empresas produtoras de aço do país.


O Índice de Confiança da Indústria do Aço (ICIA) divulgado pelo Instituto aumentou 8,0 pontos neste mês de agosto atingindo um patamar de 70,8 pontos e indicando a melhora da percepção dos CEO’s das empresas associadas à entidade sobre a situação atual.


Com esse resultado, o ICIA ultrapassou o patamar pré-pandemia da COVID-19 - 70,2 pontos em fevereiro - e atingiu o segundo maior patamar da série histórica, iniciada em abril de 2019.


O alto-forno 1 e a aciaria 1 foram paralisados em abril, em razão da queda abrupta da demanda causada pela pandemia do novo Coronavírus.

ESSENCIAL AR

"Arte é a Prática da Verdade, do Bem e do Belo, ou seja, Ética, Filosofia e Estética em todos os Âmbitos da Vida"    Massararu Taniguchi/Filósofo Japonês

Telefone Contato

31 988543133

email de contato
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram