• Fernand Lodi

Seminaluz realiza live para falar sobre o setor de eventos parado e expectativas de retorno



Nesta terça-feira, dia 18 de maio, o Seminaluz irá discutir, no Youtube, sobre o setor de eventos na pandemia e sua retomada.


Os convidados são empresários do setor em Minas Gerais. São eles: Beto - (Carlo Alberto) - B2B Som e Luz; Graco Luiz - Grako Som; Cleveson (Preto) - Dupla Iluminação; Bruno (Boi) - Power Light Iluminação e Alexandre Pereira - Alexsom.


Em maio completou 14 meses que o setor de eventos parou de atuar, devido a pandemia, e com isso milhões de empregos foram perdidos e milhares de empresas encerraram as atividades.

Quando falamos do setor de eventos nos referimos a 4,32% do PIB, 2 milhões de empregos diretos e uma movimentação de 209 bilhões de reais (dados de em 2013).


São eventos que englobam todo mercado cultural e artístico como rodeios, desfiles de modas, feiras, teatros, shows, festivais, casamentos, aniversários, ou seja, atividades que causam aglomeração e estão proibidas na pandemia.


Com isto muitos profissionais do setor de eventos, hoje estão atuando na construção civil, siderurgia, setor de entregas, motoristas de aplicativos e no comércio.


Entendendo que os grandes eventos somente irão ser liberados após o controle da pandemia com a vacinação de grande parte da população brasileira, e que isto ainda está longe de acontecer e sem qualquer previsão real, resta aos trabalhadores do setor tentar se.


Outro assunto abordado pela live será o que acontecerá quando a pandemia passar e os grandes eventos retornarem. Onde estão os profissionais e os que migraram de área irão voltar a trabalhar no setor? As empresas que conseguiram se manter até lá darão conta de atender ao mercado e como serão os valores praticados?


São essas questões e outras que a Live pretende discutir com os participantes, empresários atuantes no setor de eventos e que possuem um grande investimento financeiro em equipamentos e estrutura e a maioria teve que abrir mão de sua equipe técnica.


As lives que estão na programação de comemoração de dez anos da Cênika Eventos, têm como objetivo criar um intercâmbio, uma rede entre os profissionais dos bastidores do estado e de outras regiões, bem como trabalhar a formação e capacitação dos mesmos.


Políticas Públicas para o setor


O Governo Federal lançou programas de incentivo às empresas, como BEM (Programa Emergencial de Manutenção e Emprego e Renda) e Pronampe (Programa Nacional de Apoio a Micro e Pequenas Empresas) dos quais algumas empresas conseguiram ter acesso, porém sem a retomada esses programas apenas aumentaram os endividamentos dessas empresas, já que sem faturamento não há como arcar com os compromissos assumidos.


Recentemente, também, foi sancionada pela presidência a lei PERSE - Programa Emergencial de Retomada ao Setor de Eventos. Essa lei possibilitará o financiamento às empresas que foram impactadas pela pandemia.


Isto poderá ser um alívio, mas não a solução, pois o mercado precisa voltar à normalidade para que o setor de eventos não se endivide ainda mais, sem ter uma previsão de retorno às atividades.


Assim o setor de eventos continua esperando a tal retomada o mais breve possível. Enquanto isso não acontece muitos trabalham recolhendo cestas de alimentos para doarem aos profissionais dos bastidores que sofrem com a falta de emprego e de dinheiro para colocar a comida na mesa da família.


O setor de eventos representa a alegria, festividade e para que ele exista muitos profissionais se dedicam dia a dia, abdicando de datas marcantes pessoais para levar alegria as das outras pessoas. Não se trata apenas de trabalho, mas de uma escolha de vida, viver para fazer parte da alegria do Brasil, sendo o primeiro a chegar e o último a sair, ficando invisível, mas tornando real um grande evento.


Live


As lives contam ainda com a participação interativa do público e a cada encontro vem com assuntos pertinentes às questões relacionadas aos bastidores das produções artísticas, além de fazerem parte do Prêmio Seminaluz de Iluminação Cênica “Lino Pereira que é realizado com recursos da Lei Aldir Blanc e tem o apoio da Secult e Governo de Minas Gerais, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, Brasil Governo Federal”.


Live - O Setor de Eventos - 14 Meses sem Trabalhar. O que Podemos Esperar?


Dia 18/05/21 - às 19h30

Participantes:

Beto - (Carlo Alberto) - B2B Som e Luz

Graco Luiz - Grako Som

Cleveson (Preto) - Dupla Iluminação

Bruno (Boi) - Power Light Iluminação

Alexandre Pereira - Alexsom


Equipe Técnica

Direção Executiva: Morrison Deolli

Direção Artes Cênicas: Wladimir Medeiros

Direção Área de Shows: Danilo Manzi

Produção: Priscila de Paula

Assessoria de Imprensa: Wenderson Godoi e Luciano Botelho

Assessoria técnica: Adilson Barbosa e Junio Henrique

Acesse: www.youtube.com/watch?v=P9SBETJEzvs

Mais informações: www.probastidores.com.br www.seminaluz.com.br