• Fernand Lodi

Trilha Cultural do BDMG em Ipatinga



Acontece no próximo Sábado, dia 06 de novembro, pelo canal do Youtube da Cia. Luna Lunera, de Belo Horizonte, às 20h, a apresentação do espetáculo de teatro E Ainda Assim Se Levantar.


O espetáculo é a mais nova criação da Cia. Luna Lunera que está completando 20 anos de trajetória e foi selecionado para a Trilha Cultural, um edital de circulação de grupos e coletivos de circo, dança e teatro patrocinado pelo BDMG Cultural.


Devido à pandemia do coronavírus que acometeu o mundo em março de 2020, a cia. se apresentará de forma remota, mas manterá o vínculo com o público, por meio de bate-papos, após as apresentações, sobre o espetáculo e o fazer teatral.


No dia 05 de novembro, o bate-papo será com o IN-CENA Instituto Cultural, de Teófilo Otoni, em parceria com o FESTTO. Já no dia 06 de novembro, o bate-papo será com o artista Wenderson Godoi do grupo Hibridus Dança, de Ipatinga. Por fim, no dia 07 de novembro, o bate-papo será com a Preqaria Cia. de Teatro, de Sete Lagoas.


Sobre o espetáculo


E Ainda Assim se Levantar conta com direção de Isabela Paes, o ponto de partida para a criação do espetáculo foi o projeto de pesquisa “a pé maotência da precariedade”, que durante todo o processo de criação levantou questões que buscam identificar como podemos encontrar força em situações de iminente esgotamento, pessoal, social ou político.


O elenco conta com Anderson Luri, Cláudio Dias e Letícia Castilho. O espetáculo aposta na reconfiguração da proposta de história, personagens e cenário para dar lugar à potência dos corpos como principal instrumento de criação.


“Queremos abdicar da teatralidade para encontrar o que o teatro possui de mais potente: a possibilidade de explorarmos atravessamentos que só acontecem na copresença”, explica Isabela Paes.


O espetáculo promove, ainda, um encontro mediado por três pessoas: um homem jovem, uma mulher e um homem maduro.


O Homem Jovem parece sempre estar no caminho certo, rumo ao sucesso, à realização. A Mulher não consegue identificar ao certo de onde vem o cansaço. Cansada de ter que provar tudo o tempo todo.


O Homem Maduro sempre ia à frente, mas está cansado da luta, cansado dos golpes. Parece difícil continuar sendo artista, gay, ativista, mas ele não sabe ser outra coisa senão ele mesmo. A exibição da peça é gratuita e conta com interpretação em Libras.


Serviço


Apresentação de E Ainda Assim se Levantar/Local: Canal do Youtube da Cia. Luna Lunera - https://youtu.be/TlWoWOxJ8q0/Data: 06/11/2021/Hora: 20h/Logo após a exibição tem bate-papo ao vivo com os atores e Wenderson Godoi, do Grupo Hibridus Dança de Ipatinga, sobre a peça, processos criativos e curiosidades.